Fechar
Publicidade

Domingo, 28 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Humor em cena


Adriana Feder
Especial para o Diário

06/05/2010 | 07:00


O Teatro da Escola Senai (Av. José Odorizzi, 1.555, São Bernardo. Tel.: 4109-6788) apresentará, gratuitamente, o espetáculo "Pequenas Caquinhas", do grupo curitibano Antropofocus.

A comédia apresenta, em uma hora, 50 cenas cômicas sobre temas cotidianos, que exploram diferentes ideias de fazer humor, abdicando de palavras, mas não de sons. Com direção de Andrei Moscheto, estreou em 2004 e foi apresentada em diversos Estados do Brasil.

Serão realizadas apresentações hoje e amanhã, às 20h. Outras duas sessões da peça acontecem no sábado, às 20h, e domingo, às 19h, no Sesi Santo André (Praça. Dr. Armando de Arruda Pereira, 100. Tel.: 4997 3177).

MAUÁ - A comédia "Querido Mundo", de Miguel Falabella e dirigida por Rubens Ewald Filho, volta à região no Teatro Municipal de Mauá (Rua Gabriel Garcia Marques, 353. Tel.: 4555-4142), sábado, às 21h e domingo, às 19h.

Na peça, enquanto milhares festejam a chegada do ano novo na praia de Copacabana, Elza e seu vizinho Osvaldo enfrentam hilariantes situações, presos em uma quitinete de um prédio abandonado após um estranho acidente. Ingressos custam R$ 50 ou R$ 40 (antecipado).

Ainda no gênero comédia, a companhia N.Ex.T (Núcleo Experimental de Teatro) comemora seus 11 anos com a remontagem de seu maior sucesso, O Falecido, de Antonio Rocco, que estreia amanhã, às 21h30.

O espetáculo é composto de duas pequenas peças: Amor à Vista e O Falecido. Em Amor à Vista, um casal se encontra na sala do cartório à espera de seus respectivos noivos que estão atrasados. Ambos, nervosos com o atraso das caras metades, disputam quase que a tapa a única cadeira disponível.

Na segunda peça, "O Falecido", um homem acorda na sala de seu próprio velório e finge-se de morto, ouvindo tudo o que é dito pela família e pelos amigos.

A temporada vai até 25 de julho no N.Ex.T (Rua Rego Freitas, 454, São Paulo. Tel.: 3259-9636), às sextas e sábados, às 21h30, e domingos, às 19h30. Os ingressos custam R$ 30.

O Sesc Pompéia (Rua Clélia, 93, São Paulo. Tel.: 3871-7700) apresenta, a partir de hoje, o drama "A Máquina de Abraçar", com texto inédito do autor espanhol José Sanchis Sinisterra.

A peça é inspirada na história real de uma autista, que criou para si uma máquina para controlar a intensidade e o tempo de cada abraço, administrando assim sua repulsa ao contato físico. A relação com sua psicanalista e os avanços alcançados no tratamento dão base à trama.

Vídeos, instalações e esculturas compõem um ambiente que o público percorrerá antes de assistir ao espetáculo. No interior da caixa cênica que representa a máquina de abraçar a diretora criou um espaço onde o público fica entre dois palcos, um em frente ao outro, ligados por uma passarela.

Cadeiras giratórias permitem que o espectador escolha para onde olhar e acompanhar o movimento das atrizes em cena.

Com direção de Malu Galli e elenco formado pela premiada atriz Mariana Lima, que atua ao lado de Marina Vianna, a temporada vai até 6 de junho, com apresentações de quinta a sábado, às 21h30, e domingos e feriados, às 20h. Os ingressos custam entre R$ 4 e R$ 16.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;