Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

China ultrapassa Estados Unidos como principal mercado mundial



23/02/2010 | 07:00


O economista-chefe do Goldman Sachs, Jim O'Neill, considera que a China ultrapassou os Estados Unidos como principal mercado do mundo. Segundo ele, desde o início de 2007, as vendas do varejo chinês estão crescendo mais do que no país norte-americano.

O próprio economista, que fez apresentação ontem no seminário Uma Agenda para os Bric, no Rio de Janeiro, admitiu que a sua conclusão é controvertida. Segundo O'Neill, a maneira de ver esse crescimento do mercado chinês, ultrapassando o norte-americano, depende da forma de cálculo do valor da moeda em relação ao poder de compra nos dois países. Ele frisou que "os Bric (Brasil, Rússia, Índia e China) têm papel no ajuste mundial diante dessa redução quase inevitável do consumo americano" em consequência da crise.

Ele observou que Brasil, Rússia e Índia têm força muito menor do que a da China, mas ressaltou que "o mundo está sobre dois cilindros e não um: os Bric e os Estados Unidos". O economista contou que é questionado se a Rússia deveria fazer parte do grupo de países com grande população, território e potencial de participação na economia mundial. No entanto, não tem mais ouvido dúvidas sobre o Brasil.

Para ele, o País tem o mais alto potencial de crescimento sustentável, segundo índice da Goldman Sachs, em que o Brasil aparece pontuado com 5,3, seguido pela China, com 5,2. O'Neill contou ainda que recebeu ligação do economista brasileiro Paulo Leme, que integra o Goldman Sachs, sugerindo aumento da previsão de crescimento do Brasil para 6,4%, mas não detalhou o período. Ele disse que já queria elevar para 7%.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;