Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Dourado é cotado para disputar cadeira em Brasília

Vereador de Diadema ganha força no diretório municipal para concorrer à Câmara dos Deputados em 2014


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

08/04/2013 | 07:00


A iminência da saída do ex-prefeito de Rio Grande da Serra e atual chefe de Gabinete de Lauro Michels (PV), Adler Kiko Teixeira (PSDB), já faz o PSDB estruturar outra candidatura a deputado federal em Diadema. Militantes e dirigentes tucanos na cidade ensaiam apoiar o vereador José Dourado (PSDB) como postulante a uma cadeira no Congresso.

O plano embrionário passa por dobradas com candidatos a deputado estadual do Grande ABC e de São Paulo. Apostadores do projeto de Dourado já tentam costurar aliança do vereador com os deputados estaduais Orlando Morando (PSDB), que tem base eleitoral em São Bernardo e é padrinho político de Lauro, e Ramalho da Construção (PSDB), com votos na Capital.

Colega de bancada de Dourado na Câmara de Diadema, Atevaldo Leitão tem compromisso de buscar votos diademenses para Ramalho. Ambos fazem parte do Sindicato da Construção Civil. E o vereador avaliou que a candidatura de Dourado, além de penetração no meio político da cidade, ajudaria também Ramalho a conquistar sufrágios no município. "Sou entusiasta da candidatura do Zé Dourado", disse Leitão.

Outros fatores que podem impulsionar a aparição de Dourado na corrida eleitoral à Câmara dos Deputados são os problemas judiciais enfrentados por José Augusto da Silva Ramos (PSDB), principal cacique tucano em Diadema, ex-prefeito, ex-deputado e atual secretário de Saúde do município. Braço-direito de José Augusto, Dourado poderia absorver a sempre expressiva votação do correligionário.

"Acredito ser uma missão que se encaixa em meu perfil, mas precisa ser amadurecida", despistou Dourado, que hoje preside o tucanato municipal. O vereador acredita que toda discussão ainda tem de passar pelo crivo dos militantes do partido e ser debatida também com Lauro. "Sei que tem muito candidato que pode ter apoio dele. Mas vai que ele resolve me apoiar?", especulou o parlamentar.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;