Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Volvo espera superar recorde de vendas de caminhões



10/02/2010 | 07:00


Depois de um 2009 difícil, quando registrou queda de 13,8% nas vendas de caminhões, a Volvo do Brasil acredita que pode superar o recorde de 10,134 unidades comercializadas em 2008, chegando a algo em torno de 10,5 mil veículos, avalia o gerente de planejamento estratégico da montadora, Sérgio Gomes.

A expectativa da Volvo é de produzir 15 mil caminhões neste ano, contra 9.700 no ano passado e 14 mil unidades em 2008. Para conquistar este objetivo, a fabricante contratou em janeiro 250 funcionários temporários, com contratos válidos por período de cinco a seis meses.

Como afirmou o presidente da Volvo do Brasil, Tommy Svensson, as contratações praticamente zeram as demissões efetuadas na área de caminhões no ápice da crise financeira global, no fim de 2008. Considerando todo o grupo no Brasil, o que inclui caminhões e a fábrica de equipamentos para construção, foram demitidos naquele período 430 funcionários, dos quais 250 trabalhavam em regime temporário.

O segundo turno da produção começa forte agora em fevereiro, explicou o gerente da linha F de caminhões, Bernardo Fedalto. Com o segundo turno, a subsidiária brasileira será capaz de produzir 70 caminhões por dia. "Vemos a exportação melhor em 2010, mas o grande volume de vendas ficará com o mercado brasileiro", disse Fedalto.

Conforme o gerente de planejamento estratégico da fabricante, ainda que mercados como o chileno e o peruano estejam se recuperando, o crescimento da subsidiária em 2010 ficará calcado dentro do País. "Trabalhamos com a expectativa de aumento dos investimentos na indústria e crescimento de 8% neste segmento", observou Gomes.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;