Fechar
Publicidade

Sábado, 23 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Palmeiras admite problemas de marcação



15/10/2009 | 07:00


Líder do Campeonato Brasileiro, o Palmeiras é o time que mais comete faltas no torneio (em média 21 por jogo), mas a avaliação dos próprios jogadores é de que elas não estão sendo feitas quando mais precisam: para brecar o contra-ataque do adversário. O segundo gol da vitória do Náutico por 3 a 0, segunda-feira, foi a gota d'água. "Como podemos tomar um gol em um lance que começa com escanteio pra gente?", indignou-se o zagueiro Danilo.

O também zagueiro Marcão revelou que, na ocasião, Muricy Ramalho deu bronca geral no time. "Era para ter matado a jogada", explicou. "Ficamos olhando os caras virem com tudo no contra-ataque", completou o goleiro Marcos.

Vale lembrar que o Verdão já havia sofrido gol parecido na derrota por 3 a 2 para o Vitória, em 13 de setembro. Na ocasião, Vágner Love foi quem perdeu a bola e Sandro Silva quem deixou de matar a jogada. Muricy ficou uma fera.

Outra bronca em relação às faltas é de que algumas são feitas em local errado: a linha de fundo. De lá, saem os chamados miniescanteios, que resultaram no primeiro gol do Náutico e no segundo do Avaí na semana passada. Ambos foram de cabeça, evidenciando que o jogo aéreo também é um problema do setor defensivo, desfalcado do zagueiro Maurício Ramos e do volante Pierre, machucados.

"A gente vinha de vários jogos sem levar gols de bola parada e agora foram três ou quatro seguidos", disse Edmílson. "Mas isso não é sobrenatural. Tem de ter a cabeça tranquila e fazer a marcação. A gente sabe como fazer."

Líder do grupo, o volante de 33 anos tem certeza de que é assim, apontando os erros e tentando corrigi-los nos treinamentos, que o Palmeiras voltará ao caminho do título. "Uma equipe que está há 14 rodadas na liderança tem algo de diferente", afirmou Edmílson. O lateral-direito Wendel vê o lado positivo: "Estamos com sorte de campeão porque tivemos dois tropeços, mas nossos adversários também perderam."

O próximo jogo é domingo, em casa, contra o Flamengo. Muricy terá de volta Diego Souza, Armero, Edmílson e Vágner Love, mas Figueroa e Marcão estão suspensos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;