Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Santo André inicia trabalhos de fomento econômico

Maíla Barreto/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Conselho de Desenvolvimento Econômico quer simplificar
os processos de instalações de empresas e discutir APLs


Pedro Souza
Do Diário do Grande ABC

29/03/2013 | 07:00


Simplificar os processos de instalação de empresas, discutir a formação de APLs (Arranjos Produtivos Locais) e o fomento a todos os segmentos econômicos. Esses são os pontos que serão trabalhadores com urgência pelo Conselho de Desenvolvimento Econômico de Santo André, afirmou a vice-prefeita da cidade, Oswana Fameli.

Também secretária de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Trabalho, Oswana apontou as prioridades durante a apresentação dos integrantes do conselho, ontem, no auditório do Sabina. Determinado por lei municipal, é formado por nove entidades da sociedade civil e nove órgãos municipais, cada um representado por um integrante titular e um suplente.

A vice-prefeita não passou período médio, mas reconheceu que existe muita burocratização no processo de aprovação e liberação de alvarás para as empresas interessadas em ingressar nos municípios. "Vamos agilizar isso. A ideia é concentrar as demandas de todas as esferas municipais em um único local", disse. Destacou ainda que pensa em desenvolver, junto ao órgão, alternativas de estímulos ao setor privado, mas excluiu mudanças em tributos ou desonerações por completo. "O primeiro passo do conselho, que já vem sendo discutido desde janeiro, é a entrega da Sala do Empreendedor no dia 4."

BANCADA - Com objetivo de alavancar as posições de Santo André nos rankings nacionais de desenvolvimento econômico e social, o conselho é formado por secretarias municipais e entidades da sociedade civil. "Com esse grupo, temos tudo para transformar Santo André em uma referência de desenvolvimento econômico", opinou o diretor do Ciesp (Centro das Indústrias do Estado de São Paulo) de Santo André, Emanuel Teixeira.

Além da entidade que representa o setor industrial, fazem parte do grupo Acisa (Associação Comercial e Industrial de Santo André), Sindicato dos Metalúrgicos do Grande ABC, Regran (Sindicato do Comércio Varejista de Derivados do Petróleo do Grande ABC), Sindicato dos Empregados no Comércio do ABC, Sindicatos dos Bancários do ABC, Sindicato dos Químicos do ABC, Associação dos Engenheiros e Arquitetos do Grande ABC e o escritório regional do Sebrae-SP.

O presidente da Acisa, Evenson Robles Dotto, entende que o conselho contribuirá com o desenvolvimento de toda a região. "O Grande ABC está muito ligado. Então as atitudes que serão tomadas aqui refletirão em outras cidades", disse.

Para o presidente do Sindicato dos Bancários, Eric Nilson, é um novo momento. "A cidade ficou parada durante quatro anos e esse conselho não apareceu."

O vice-presidente da entidade que representa os trabalhadores do comércio, Lourival Cristino Santos, pediu esforços. "Espero que tenhamos muito trabalho para que venha o aumento da renda."

 

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;