Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Pela TV, Iziane encerra o ciclo na Seleção Brasileira



14/07/2009 | 07:00


O ciclo de Iziane na Seleção Brasileira Feminina de Basquete parece mesmo ter chegado ao fim. Convocada para a disputa da Copa América, marcada para setembro, em Cuiabá, a jogadora avisou no domingo, em entrevista à TV Record, que não aceita mais trabalhar com o técnico Paulo Bassul, com quem brigou no ano passado. Diante disso, a direção da CBB (Confederação Brasileira de Basquete) desistiu de lutar pela sua volta ao grupo.

"Estamos esperando um documento oficial confirmando o pedido de dispensa dela. E acabou o assunto", avisou ontem a ex-jogadora Hortência, que assumiu recentemente o posto de diretora do departamento feminino da CBB e foi a maior defensora da volta de Iziane para a seleção. "Ela foi convocada e pediu dispensa. Não tem nada mais do que isso. Ela é passado."

Quando assumiu o cargo, em maio, Hortência perguntou a Paulo Bassul se havia problema em tentar convencer Iziane a voltar para a seleção - ela não era convocada desde o Pré-Olímpico de Madri, no ano passado, quando aconteceu a briga. Resignado, o treinador aceitou o pedido da nova diretora da CBB e convocou a jogadora, que atua no Atlanta Dream, da WNBA, a liga norte-americana de basquete.

Paulo Bassul e Iziane brigaram em quadra, durante jogo contra a Bielo-Rússia no Pré-Olímpico. A jogadora não gostou de ser colocada no banco de reservas e se recusou a voltar à quadra quando solicitada pelo técnico.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;