Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 22 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

'Não dá para brigar por vitória', afirma Felipe Massa


Flavio Gomes
Especial para o Diário

07/06/2009 | 08:10


De volta ao palco onde conquistou sua primeira vitória na carreira, em 2006, Felipe Massa não terá vida fácil no GP da Turquia. Ontem, o brasileiro marcou apenas o sétimo tempo no treino classificatório e admitiu que não deve manter sua hegemonia no circuito de Istambul - Felipe venceu as últimas três corridas em Kurtkoy, sempre largando da pole e fazendo a melhor volta.

"Até mesmo o pódio não será fácil, então precisamos pensar em marcar bons pontos. Começando em sétimo, você não está na posição de dizer que vai brigar pela vitória", declarou o piloto da Ferrari, que busca se igualar a Juan Manuel Fangio, Jim Clark, Graham Hill e Michael Schumacher, que venceram quatro provas seguidas em um mesmo circuito. O recordista no quesito é Ayrton Senna, imbatível em Mônaco entre 1989 e 1993.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

'Não dá para brigar por vitória', afirma Felipe Massa

Flavio Gomes
Especial para o Diário

07/06/2009 | 08:10


De volta ao palco onde conquistou sua primeira vitória na carreira, em 2006, Felipe Massa não terá vida fácil no GP da Turquia. Ontem, o brasileiro marcou apenas o sétimo tempo no treino classificatório e admitiu que não deve manter sua hegemonia no circuito de Istambul - Felipe venceu as últimas três corridas em Kurtkoy, sempre largando da pole e fazendo a melhor volta.

"Até mesmo o pódio não será fácil, então precisamos pensar em marcar bons pontos. Começando em sétimo, você não está na posição de dizer que vai brigar pela vitória", declarou o piloto da Ferrari, que busca se igualar a Juan Manuel Fangio, Jim Clark, Graham Hill e Michael Schumacher, que venceram quatro provas seguidas em um mesmo circuito. O recordista no quesito é Ayrton Senna, imbatível em Mônaco entre 1989 e 1993.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;