Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 28 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Dunga pede para jogadores manterem foco na seleção



03/06/2009 | 07:00


O aquecimento do mercado de compra e venda de jogadores no futebol europeu atingiu a Seleção Brasileira. Preocupado com os efeitos das negociações, o técnico Dunga já conversou com alguns atletas, ontem, na Granja Comary, em Teresópolis (RJ), pedindo foco total nos compromissos do Brasil este mês, quando terá dois jogos pelas Eliminatórias e a Copa das Confederações.

Apesar das providências que tomou, o treinador sabe que não tem como impedir que os jogadores se envolvam nas transações. As conversas por meio de telefones celulares entre atletas e seus empresários são inevitáveis. Impossível conter, por exemplo, o furacão envolvendo Kaká, alvo de todas as atenções da seleção ontem, no primeiro dia de treinamentos na Granja Comary, quando Real Madrid e Chelsea disputavam sua contratação junto ao Milan.

"Já conversei com alguns jogadores e disse para ficarem focados aqui na seleção. Eles são experientes, profissionais, sabem que o tempo nosso aqui é curto. Temos de ficar atentos nestes dois jogos (Uruguai, no sábado, e Paraguai, na quarta-feira)", revelou Dunga. "A vida deles não vai ser decidida agora. E também ir para um Real Madrid, Barcelona, Milan não é uma preocupação."

O treinador recomendou, mas ele mesmo tem consciência de que os atletas não deixarão de negociar por celular. "No meu tempo de jogador na seleção, a gente esperava ir embora para casa para telefonar, falar com os empresários. Hoje, eles (jogadores) entram no carro e já telefonam", comparou.

Esse é o caso de Felipe Melo. O volante da Fiorentina confirmou ontem que o clube tem uma oferta (18 milhões de euros) da Inter de Milão. "A proposta é concreta. Falei com meu empresário e ele disse que recebeu uma ligação da Inter. Não quero me envolver com a negociação. Estou concentrado na seleção. Minha preocupação é o jogo contra o Uruguai", avisou o jogador.

Elano é outro com situação indefinida. Antes de apresentar-se na Granja Comary, ele teve uma reunião com os dirigentes do Manchester City e fez suas exigências para renovar o contrato. "Coloquei na mesa o que eu quero. Aguardo a resposta. Minha meta é disputar a Copa do Mundo de 2010. Eles (os dirigentes do City) sabem disso. Quero me concentrar nos jogos da seleção, dar o meu melhor para conquistar uma vaga no grupo da Copa", contou.

Outros jogadores do elenco também estão de olho no mercado e na expectativa de uma transferência. Casos dos zagueiros Luisão e Miranda, do lateral esquerdo André Santos, do meia Julio Baptista e dos atacantes Robinho e Nilmar.

Fifa critica estádios para a Copa de 2014

Os comentários de que a Fifa teria considerado o Morumbi o pior entre todos os estádios candidatos a receber a Copa do Mundo de 2014, inclusive alguns já eliminados da disputa, provocou revolta entre os organizadores do projeto paulista para o Mundial e do São Paulo Futebol Clube, proprietário do estádio. Pessoas ligadas ao projeto afirmaram ontem que a Fifa teria dito ainda que "outros cinco ou seis estádios também apresentam sérios problemas."

O Mineirão, em Belo Horizonte, o Castelão, em Fortaleza, o Vivaldão, em Manaus, o Beira-Rio, em Porto Alegre, o Mané Garrincha, em Brasília, e até mesmo a Arena da Baixada, em Curitiba, seriam estádios com problemas e que os projetos também não contemplariam todas as necessidades.

O vice-presidente de marketing do São Paulo - e um dos responsáveis pela modernização do Morumbi -, Júlio Casares, destacou os vários interesses envolvidos nesta polêmica. "Estamos no olho do furacão. Por trás dessa história de atacar o Morumbi existem interesses econômicos, políticos e clubísticos", afirmou. "Ao diminuir a importância do Morumbi, você o enfraquece como candidato a receber a abertura do Mundial. Ou seja, ele pode permanecer como estádio da Copa, mas não como palco da abertura."



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;