Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Região tem postos para deficientes


Antonio Rogério Cazzali
Do Diário do Grande ABC

01/06/2009 | 07:02


O CPETR (Centro Público de Emprego, Trabalho e Renda) da Prefeitura de Santo André dispõe de 45 vagas exclusivas para pessoas com deficiência, sendo 40 para auxiliares de limpeza, três para auxiliares administrativos e duas para telefonistas, todas para uma empresa de grande porte localizada em São Bernardo.

"É imprescindível que os candidatos tragam laudo médico comprovando que são, de fato, pessoas com deficiência", afirmou Sandra Monice, coordenadora do CPETR.

Das 40 vagas para auxiliares de limpeza, 20 são para homens e as demais para mulheres. Para se candidatar é preciso ter concluído a quarta série do Ensino Fundamental. Não há exigência de experiência. O salário é R$ 544, acrescido de benefícios como assistência médica e seguro de vida.

Já para os cargos de auxiliar administrativo e telefonista exige-se experiência anterior e Ensino Médio completo. Os salários são R$ 745 e R$ 685 respectivamente. As inscrições devem ser feitas no CPETR de Santo André, que tem duas unidades: na Avenida Artur de Queirós, 720, bairro Casa Branca, e na Rua Sigma, 300, Vila Mazzei.

TELETRABALHO - A Avape (Associação para Valorização e Promoção de Excepcionais), com sede me Santo André, tem se empenhado em buscar vagas de emprego no chamado teletrabalho, que teve oriem na Europa nos anos de 1970, e que a Avape adotou como modalidade de inclusão social para indivíduos com mobilidade reduzida e que não podem sair de suas residências. Eles trabalham a partir de suas casas, com o auxílio de telefones e internet.

A entidade oferece 20 vagas de contact center, a partir de suas moradias, nas regiões de São Paulo, Grande ABC, Vale do Paraíba e Tatuí. "Para isso, a Instituição disponibilizará todos os recursos e treinamentos necessários para o desenvolvimento da atividade, incluindo equipamentos de informática e mobiliário", explica Marcelo Vitoriano, gerente da área de inclusão e capacitação profissional.

Além disso, a Avape faz o acompanhamento e monitoramento do trabalho por meio de uma equipe multidisciplinar formada por profissionais das áreas médica, terapêutica e de segurança do trabalho.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;