Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 29 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Denúncias sobre abuso contra crianças crescem 71%

Maior número de denúncias aparece em S.Bernardo (193), seguido por Santo André (160) e Diadema (108)


Vanessa Fajardo e Kelly Zucatelli

18/05/2009 | 07:00


O número de denúncias das cidades da região feitas para o Disque 100, serviço do governo federal que recebe informações de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes, cresceu em 71% de 2007 para 2008. No total foram 342 registros em 2007, contra 585 no ano seguinte. O maior número aparece em São Bernardo (193), seguido por Santo André (160) e Diadema (108).

Desde 2003 sob coordenação do poder público, o Disque 100 é um serviço de discagem direta e gratuita disponível para todos os Estados brasileiros. Os casos são encaminhados aos conselhos tutelares e varas da Infância e Juventude.

Para o integrante do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), Ariel de Castro Alves, a repercussão da morte de Isabella Nardoni (em março do ano passado) e dos irmãos esquartejados de Ribeirão Pires (setembro do ano passado) gerou uma sensibilização da sociedade sobre a violência contra crianças. "Mesmo assim, o Disque 100 ainda é uma ferramenta pouco conhecida. Os municípios precisam fortalecer os trabalhos para dar mais visibilidade às formas de denúncia. Os casos revelados são só a ponta do iceberg do problema."

A psicóloga e coordenadora do Crami (Centro Regional de Atenção aos Maus Tratos na Infância do ABCD), Ligia Vezzaro Caravieri, lembra que a fragilidade da criança e o histórico de pais são fatores predominantes para a violência sexual. "A maioria dos casos são com crianças de 7 anos, geralmente filhos de pais que foram violentados em suas infâncias."

O Disque 100 funciona diariamente das 8h às 22h, inclusive aos fins de semana e feriados. As ligações são sigilosas.

Região faz programação durante toda a semana

Por causa do Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual contra Crianças e Adolescentes, hoje, as cidades da região vão debater o assunto com programação durante toda a semana.

Hoje, a Fundação Criança, de São Bernardo, promove uma discussão na Câmara local a partir das 8h30. A promotora Vera Lúcia Acayaba de Toledo e o juiz da Vara da Infância e Juventude Luiz Carlos Ditommaso são alguns dos convidados.

Em São Caetano, haverá trabalhos educativos e distribuição de panfletos. Integrantes do Programa Renascer, que atende vítimas de violências sexual e doméstica, vão orientar a população sobre como identificar casos de abuso, quais ações devem ser tomadas e onde denunciar. O trabalho contará com o apoio dos agentes do PSF (Programa Saúde da Família).

A partir de amanhã, em Santo André, ocorre uma série de eventos iniciada pela oitava edição da Conferência Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, a partir das 8h30, no Teatro Municipal. Do dia 26 até 16 de junho haverá uma série de palestras.

 Na quarta-feira, o Sesc Santo André sediará um encontro regional sobre o combate da exploração sexual. Durante o evento será anunciada a parceria com a entidade internacional WCF (World Childhood Foundation) Brasil. A empresa fará oficinas de formação a 300 profissionais da região.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;