Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Cazuza 'fica' até julho no Sesc


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

07/05/2009 | 07:00


Segue em exposição até 12 de julho a mostra Cazuza - O Tempo não Para no Sesc Santo André.Paralelamente à exibição de uma espécie de biografia contada em formato de história em quadrinhos, uma série de atrações musicais e de cinema está programada em homenagem ao compositor carioca, morto em julho de 1990 em decorrência de complicações da Aids.

A entrada é franca e o funcionamento é de terça a sexta, das 9h30 às 21h30; e sábados e domingos, das 9h30 às 17h30.

A exposição foi elaborada pelo coletivo paulistano O Contínuo em comemoração aos 50 anos de Cazuza, em abril do ano passado. O roteiro da HQ em formato macro - são 12 "quadrões" - foi inspirado em histórias contadas pelo próprio artista em conversas gravadas pelo produtor Ezequiel Neves, seu amigo. O traço é do desenhista Alcimar Frazão, que escolheu a técnica da aquarela para ilustrar momentos particulares da vida do artista.

O andreense Kléber Albuquerque apresenta ao lado de Luiz Gayotto o show Mentiras Sinceras no dia 24, às 19h30. Meio Meio Bossa-nova e Rock'n'roll são as versões que o músico Emerson Ribeira faz com seu violino. As próximas apresentações serão nos dias 15, às 20h; 16, às 19h; 22, às 20h; e 30, às 19h. Ambas as atrações têm entrada franca.

A programação de cinema traz o documentário Cazuza - Sonho de uma Noite no Leblon, de Sérgio Sanz e Marcelo Maia, a ser exibido em 2 de julho, às 20h. Maia estará presente para debater com o público após a exibição.

O CANTO DAS SIRENES - Como atividade que faz parte do Ano da França no Brasil, a unidade andreense do Sesc recebe hoje em seu gramado o espetáculo Le Chant des Sirènes (algo como o canto das sirenes).

A apresentação é baseada em conjuntos de sireoles, sirenes musicais utilizadas pelo músico Franz Clochard e pela companhia que comanda, a Mècanique Vivante. A reunião de sirenes em frequências variadas - sons graves, agudos, que lembram a voz humana - garante resultados sonoros bastante inusitados.

Cazuza - O Tempo não Para (até 12 de julho) e Le Chant Des Sirènes, hoje, às 20h30. No Sesc Santo André - Rua Tamarutaca, 302 Tel.: 4469-1200. Entrada franca.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Cazuza 'fica' até julho no Sesc

Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

07/05/2009 | 07:00


Segue em exposição até 12 de julho a mostra Cazuza - O Tempo não Para no Sesc Santo André.Paralelamente à exibição de uma espécie de biografia contada em formato de história em quadrinhos, uma série de atrações musicais e de cinema está programada em homenagem ao compositor carioca, morto em julho de 1990 em decorrência de complicações da Aids.

A entrada é franca e o funcionamento é de terça a sexta, das 9h30 às 21h30; e sábados e domingos, das 9h30 às 17h30.

A exposição foi elaborada pelo coletivo paulistano O Contínuo em comemoração aos 50 anos de Cazuza, em abril do ano passado. O roteiro da HQ em formato macro - são 12 "quadrões" - foi inspirado em histórias contadas pelo próprio artista em conversas gravadas pelo produtor Ezequiel Neves, seu amigo. O traço é do desenhista Alcimar Frazão, que escolheu a técnica da aquarela para ilustrar momentos particulares da vida do artista.

O andreense Kléber Albuquerque apresenta ao lado de Luiz Gayotto o show Mentiras Sinceras no dia 24, às 19h30. Meio Meio Bossa-nova e Rock'n'roll são as versões que o músico Emerson Ribeira faz com seu violino. As próximas apresentações serão nos dias 15, às 20h; 16, às 19h; 22, às 20h; e 30, às 19h. Ambas as atrações têm entrada franca.

A programação de cinema traz o documentário Cazuza - Sonho de uma Noite no Leblon, de Sérgio Sanz e Marcelo Maia, a ser exibido em 2 de julho, às 20h. Maia estará presente para debater com o público após a exibição.

O CANTO DAS SIRENES - Como atividade que faz parte do Ano da França no Brasil, a unidade andreense do Sesc recebe hoje em seu gramado o espetáculo Le Chant des Sirènes (algo como o canto das sirenes).

A apresentação é baseada em conjuntos de sireoles, sirenes musicais utilizadas pelo músico Franz Clochard e pela companhia que comanda, a Mècanique Vivante. A reunião de sirenes em frequências variadas - sons graves, agudos, que lembram a voz humana - garante resultados sonoros bastante inusitados.

Cazuza - O Tempo não Para (até 12 de julho) e Le Chant Des Sirènes, hoje, às 20h30. No Sesc Santo André - Rua Tamarutaca, 302 Tel.: 4469-1200. Entrada franca.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;