Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Coreia do Sul vai promover inspeção em reator nuclear



19/03/2013 | 02:28


A Coreia do Sul anunciou hoje planos para abrir todos os seus 23 reatores nucleares para inspeção internacional em uma aparente tentativa de aplacar a crescente preocupação da população local sobre a segurança nuclear.

Em janeiro, o Ministério da Economia do Conhecimento havia prometido reformas do setor nuclear, após uma série de falhas, desligamentos e escândalos de corrupção minarem ainda mais a confiança da população na energia nuclear, já abalada pelo desastre da usina de Fukushima, no Japão, em março de 2011.

A ideia do governo sul-coreano é fazer uma licitação com organizações internacionais ou consórcios capazes de realizar uma pesquisa sobre os reatores.

Será feita uma inspeção de dez semanas, que vai olhar a segurança de todos os 23 reatores atualmente em operação e avaliar os procedimentos de manutenção em oito desses reatores. As informações são da Dow Jones.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Coreia do Sul vai promover inspeção em reator nuclear


19/03/2013 | 02:28


A Coreia do Sul anunciou hoje planos para abrir todos os seus 23 reatores nucleares para inspeção internacional em uma aparente tentativa de aplacar a crescente preocupação da população local sobre a segurança nuclear.

Em janeiro, o Ministério da Economia do Conhecimento havia prometido reformas do setor nuclear, após uma série de falhas, desligamentos e escândalos de corrupção minarem ainda mais a confiança da população na energia nuclear, já abalada pelo desastre da usina de Fukushima, no Japão, em março de 2011.

A ideia do governo sul-coreano é fazer uma licitação com organizações internacionais ou consórcios capazes de realizar uma pesquisa sobre os reatores.

Será feita uma inspeção de dez semanas, que vai olhar a segurança de todos os 23 reatores atualmente em operação e avaliar os procedimentos de manutenção em oito desses reatores. As informações são da Dow Jones.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;