Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

diarinho@dgabc.com.br | 4435-8396

Novas espécies na Austrália


Do Diário do Grande ABC

01/02/2009 | 07:00


Pesquisadores australianos e americanos fizeram importante descoberta no oceano a 4.000 metros, numa reserva marinha na ilha de Tasmânia, na Austrália, que fica entre os oceanos Índico e Pacífico. Encontraram 300 espécies nunca vistas de corais, anêmonas e aranhas-marinhas.

Alguns corais foram formados há mais de 10 mil anos. Várias espécies possuem hábitos estranhos. É o caso de uma esponja em formato de cone, que é carnívora. Ela espera peixes e organismos pequenos chegarem bem perto e os devora.

Na expedição, que durou quatro semanas, também foram observados estragos irreparáveis nos corais e recifes. Os cientistas acreditam que a culpa é do aumento da temperatura e da acidez da água.

Quando os corais morrem, seus esqueletos de calcário são invadidos por algas e outros organismos. O acúmulo dessas substâncias forma os recifes (também chamados arrecifes). Os recifes ficam abaixo da superfície de águas oceânicas, em geral, próximos à costa e em áreas de pouca profundidade.

Para a formação dos recifes é necessário que haja águas claras, limpas e quentes, com temperatura em torno de 20º C a 25º C. Calcula-se que a costa brasileira tem cerca de 2.400 quilômetros de extensão de recifes.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;