Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Cesta básica está R$ 6,57 mais cara no Grande ABC

Desde início do ano, os preços dos produtos da cesta foram reajustados em 2,04% em relação a dezembro


Tauana Marin
Do Diário do Grande ABC

23/01/2009 | 07:00


Ao final dos primeiros 18 dias de 2009, o consumidor do Grande ABC já está desembolsando R$ 6,57 a mais pela cesta básica de alimentos. Desde o início do ano, os preços dos produtos da cesta foram reajustados em 2,04% em relação a dezembro de 2008.

Entre os dias 12 e 18 deste mês, o conjunto de alimentos - composto por 34 itens - apresentou alta de R$ 4,78, de acordo com pesquisa realizada pela Craisa (Companhia Regional de Abastecimento Integrado de Santo André). Nesta semana, o aumento foi de R$ 1,79, elevando o valor da cesta para R$ 326,71 - o que corresponde a um acréscimo de 0,55%.

A pesquisa aponta o grupo dos hortifrutigranjeiros como principal ‘vilão' dos preços. Desde o início de janeiro, por exemplo, o setor vem apresentando alta. Nesta semana, o aumento foi de 7,74% - com destaque para o crescimento de cerca de 21% no preço do tomate, seguido pela batata com 13,74%.

O engenheiro agrônomo da Craisa Fábio Vezzá de Benedetto explica que as chuvas de granizo ocorridas no sul do estado de São Paulo reduziram a produção do tomate, gerando alta nos preços.

"É comum que o preço dos hortifrutigranjeiros apresente alta no início do ano. Além desses alimentos serem mais consumidos no verão, as chuvas acabam dificultando o cultivo, a colheita e o controle de pragas e doenças. É a lei da oferta e da procura: quanto menos itens no mercado, maior o preço", explica Benedetto.

Outros produtos com alta nos preços foram o alface (8,89%), o creme dental (5,40%) e a banana (3,87%). O pão francês, indispensável na mesa dos brasileiros, apontou reajuste de 1,15% desde segunda-feira (19). Entretanto, o pacote de 5 quilos de arroz e o de um quilo do feijão registraram queda de 0,12% e de 0,45%, passando a custar em média R$ 8,29 R$ 2,97, respectivamente.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;