Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 19 de Fevereiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

‘Conversas de Graciliano Ramos’ revela o homem por trás do escritor

Exposição grátis em cartaz no MIS recria sua trajetória de vida


Andréa Ciaffone
Do Diário do Grande ABC

26/09/2014 | 07:00


Frases curtas, imagens poderosas e um olhar peculiar para a realidade nordestina, que mistura amor e crítica, fazem de Graciliano Ramos um dos grandes heróis da literatura brasileira. Agora, o autor de Vidas Secas, São Bernardo e Memórias do Cárcere, morto em 1953, volta a dialogar com seu público graças à exposição Conversas de Graciliano Ramos, que está em cartaz no MIS (Museu da Imagem e do Som – Av. Europa, 158, São Paulo, tel.: 2117-4777) até 9 de novembro, com entrada franca.

Por meio de imagens, documentos, pertences, depoimentos, intervenções audiovisuais e uma instalação que recria o ambiente criativo do escritor, a exposição mostra o lado humano do autor e explora diversos fatos de sua vida. Com curadoria da pesquisadora Selma Caetano, a exposição traz itens originais cedidos pelo Museu Casa Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios, Alagoas, e do Arquivo Público do Estado de Alagoas, além de objetos emprestados pela família do escritor. Entre as raridades está o manuscrito da carta, nunca enviada, para Getúlio Vargas após sua saída da prisão em 1937.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

‘Conversas de Graciliano Ramos’ revela o homem por trás do escritor

Exposição grátis em cartaz no MIS recria sua trajetória de vida

Andréa Ciaffone
Do Diário do Grande ABC

26/09/2014 | 07:00


Frases curtas, imagens poderosas e um olhar peculiar para a realidade nordestina, que mistura amor e crítica, fazem de Graciliano Ramos um dos grandes heróis da literatura brasileira. Agora, o autor de Vidas Secas, São Bernardo e Memórias do Cárcere, morto em 1953, volta a dialogar com seu público graças à exposição Conversas de Graciliano Ramos, que está em cartaz no MIS (Museu da Imagem e do Som – Av. Europa, 158, São Paulo, tel.: 2117-4777) até 9 de novembro, com entrada franca.

Por meio de imagens, documentos, pertences, depoimentos, intervenções audiovisuais e uma instalação que recria o ambiente criativo do escritor, a exposição mostra o lado humano do autor e explora diversos fatos de sua vida. Com curadoria da pesquisadora Selma Caetano, a exposição traz itens originais cedidos pelo Museu Casa Graciliano Ramos, em Palmeira dos Índios, Alagoas, e do Arquivo Público do Estado de Alagoas, além de objetos emprestados pela família do escritor. Entre as raridades está o manuscrito da carta, nunca enviada, para Getúlio Vargas após sua saída da prisão em 1937.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;