Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 27 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Bill Graham: vida dedicada ao Rock

Chega às lojas 'Bill Graham Apresenta - Minha Vida Dentro e Fora do Rock', biografia do produtor alemão


Vinícius Castelli
Do Diário do Grande ABC

18/01/2009 | 07:04


Se a música que surgia no início dos anos 1960, sobretudo a norte-americana, tem de agradecer a alguém, essa pessoa se chama Bill Graham. Chega às lojas o livro Bill Graham Apresenta - Minha Vida Dentro e Fora do Rock (Editora Barracuda, R$ 59 em média), de relatos escritos pelo próprio Bill, produtor morto em 1991 em um acidente de helicóptero e também por Robert Greenfield, ex-editor da revista norte-americana Rolling Stone. O livro é recheado de vários depoimentos de familiares e músicos como Eric Clapton, Carlos Santana e Pete Townshend, mentor do grupo britânico The Who, entre outras figuras do cenário musical.

As páginas trazem a história de um judeu nascido em Berlim em 1931. Sua família migrou da Rússia para a Alemanha antes do início da Primeira Grande Guerra. Bill, que perdeu o pai quando tinha ainda poucos dias, teve cinco irmãs e uma vida difícil.

A tensão dos momentos de conflitos bélicos vividos pela família são relatados com emoção. Bill foi mandado para a França por sua mãe. Era uma tentativa de escapar desses momentos. Viveu em um castelo francês, depois em um convento em Madri, na Espanha, até que um navio o levou junto com outras crianças aos Estados Unidos durante viagem que durou 19 dias de muita tensão.

Nos Estados Unidos, Bill passou a viver com uma família adotiva no bairro do Bronx, em Nova York. Trabalhou como garçom e, no início dos anos 1960, mudou-se para São Francisco, na Califórnia, onde encontrou sua irmã. Foi lá que se tornou um dos empresários mais renomados do mundo.

Fundador das casas de show Fillmore East (Nova York) e Fillmore West (São Francisco), Bill foi um grande promotor musical, conduziu noites de magníficos shows e acendeu as luzes dos holofotes para que nomes importantíssimos tivessem espaço para brilhar.

Em tempos em que a psicodelia de nomes como Jefferson Airplaine cantava a paz e o amor na costa ensolarada do Pacífico, outros ensurdeciam aos que apareciam na costa do Atlântico para conferir shows memoráveis como o do lendário guitarrista Jimi Hendrix, apresentação registrada na gravação do álbum Band of Gypsys, gravado na última noite do ano de 1969.

É fácil citar outros nomes memoráveis que ganharam espaço com a ajuda de Bill, como o clássico guitarrista mexicano Carlos Santana e o grupo Grateful Dead.

Nas três décadas que se seguiram, Bill Graham participou do Woodstock, Live Aid, a turnê Conspiracy of Hope da Anistia Internacional além de fazer parte - fora do palco - da vida de vários músicos.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;