Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Automóveis

automoveis@dgabc.com.br | 4435-8337

Um Golf mais esportivo

Volks tem momento 'retrô'. Antes de ressuscitar o Voyage, a montadora resolveu comercializar o Golf GT


Marcelo Monegato
Do Diário do Grande ABC

05/11/2008 | 07:10


A Volkswagen parece atravessar um momento ‘retrô'. Pouco antes de ressuscitar o Voyage, no final de setembro - o sedã esteve ausente do mercado brasileiro desde 1996, quando deixou de ser fabricado -, a montadora resolveu recordar a esportividade da marca esquecida no tempo e iniciou a comercialização do Golf GT. Equipado com o motor 2.0 bicombustível, o hatch tem preço salgado, partindo de R$ 64.650.

Para quem não se lembra, a sigla ‘GT' marcou uma versão mais apimentada do Gol, lançada em 1984. O Gol GT era equipado com um propulsor 1.8 de 99 cavalos de potência, que conseguia levar o pequeno invocado a quase 180 km/h.

Mas deixando os anos 1980 de lado e voltando ao século 21, o Golf GT esbanja talento. Com boa dirigibilidade, em parte proporcionada por um conjunto de suspensão muito bem acertado, o hatch provoca um desejo de condução mais arrojada. Pisar fundo no pedal da direita, trocar as marchas com o giro elevado e abusar nas curvas tornam-se atividades prazerosas.

O motor 2.0 Total Flex merece menção especial. Ele entrega 116 cv (gasolina) e 120 cv (álcool) a 5.250 rpm e torque de 17,7 mkgf (g) e 18,4 mkgf (a) a baixos 2.250 rpm. Toda essa saúde culmina num desempenho bem satisfatório. A velocidade máxima é de 203 km/h e a aceleração de 0 a 100 km/h é feita em 9,6 segundos - números obtidos com o ‘bólido' abastecido com o combustível vegetal. O consumo misto também não chega a decepcionar: 13,7 km/l (g) e 9,1 km/l (a).

Em relação aos equipamentos de série, o GT tem uma lista satisfatória, com direção hidráulica, ar-condicionado eletrônico, travas e vidros elétricos, rodas exclusivas de liga leve de 16 polegadas, revestimento dos bancos, da manopla do câmbio e do volante em couro e sistema interativo I-System.

A lista de opcionais também é extensa. O teto solar, por exemplo, sai por R$ 3.800. Já o pacotão segurança, com air bag duplo e freios ABS (EBD), parte de R$ 3.750.

O controlador de velocidade custa R$ 580 e o módulo tecnológico com sensor de chuva tem preço de R$ 810.

Hatchback surgiu em 1974

O Golf é, definitivamente, um dos maiores sucessos da indústria automotiva mundial. Sua primeira aparição ocorreu na Europa, no ano de 1974. E xatos 21 anos depois, em 1995, ele chegou por aqui envolto por muitos elogios.

No Brasil, no entanto, o modelo sofre algumas oscilações de mercado. Em 2002, por exemplo, foram emplacados 27.169 unidades, segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores). Já em 2006, após sucessivas quedas, o hatch conseguiu emplacar somente 8.294 unidades.

Porém, para o bem da Volkswagen e para a longevidade do Golf em terras brasileiras, o modelo tem se recuperado desde o ano passado, quando foram emplacadas 13.563 unidades. E entre janeiro e a primeira quinzena de outubro de 2008 já foram comercializadas 14.530, o que possibilita projetar um fechamento em dezembro de aproximadamente 18,4 mil modelos vendidos.

Neste ano, a liderança do segmento dos hatches médios é do Fiat Punto, que no acumulado do ano já teve emplacadas 34.280 unidades. Logo atrás está o Chevrolet Astra, com 21.193 carros.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;