Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Frejat promete agradar com simplicidade

Um show de música pop, seco e direto, sem efeitos especiais. Apresentação chega a São Paulo no sábado


Julio Ibelli
Especial para o Diário

15/10/2008 | 07:01


Um show de música pop, seco e direto, sem efeitos especiais. No máximo, uma cortina de veludo vermelha ao fundo, e a iluminação do multipremiado Maneco Quinderé. "Tenho certeza que as pessoas vão gostar", aposta Frejat, em entrevista ao Diário sobre a turnê Intimidade entre Estranhos (referente ao seu novo trabalho, lançado em 2008), e que chega a São Paulo no próximo sábado.

A confiança vem da resposta na estréia carioca, "surpreendentemente boa", segundo o músico. "O show está pronto", foi a reação que ele ouviu de alguns presentes, o que, acredita, para a primeira impressão vale bastante. O resultado do CD Intimidade entre Estranhos, que considera positivo, contribui para seu ânimo.

Ele vem de uma turnê realizada em 2007, quando o repertório não estava atrelado a nenhum disco em especial. "Foi uma experiência diferente", admite. "É sempre um desafio o processo anterior aos shows, de achar um equilíbrio entre o trabalho já conhecido, a produção recente, que aponta pra frente e aguça a curiosidade, além de coisas diferentes."

Frejat adianta que serão seis as músicas novas, além de três retiradas de cada um de seus trabalhos anteriores, Sobre Nós Dois e o Resto do Mundo (2003) e Amor para Recomeçar (2001). Além de Barão Vermelho, é claro: Por Você, Bete Balanço ("são importantes para mim como compositor") e Amor, Meu Grande Amor estão entre as escolhidas.

Nesta última, ele revela ter alterado um pouco o arranjo, mas acrescenta que em clássicos não se mexe muito. A música que chega mais diferente talvez seja Eu Preciso te Tirar do Sério (de Sobre nós Dois...), em que Frejat diz ter encontrado um meio-termo - dançante, ele frisa - entre as versões pesadas e mais calmas que a canção já recebeu em outras ocasiões.

Entre as novidades, o músico deve entoar Vambora, de Adriana Calcanhoto. Já a composição de Renato Russo reservada para o show ele mantém em segredo.

Banda - No palco, Frejat tem as mesmas companhias desde 2001. São eles Maurício Barros (tecladista, que ainda assina a produção do CD Intimidade...), Billy Brandão (guitarra), Marcelinho da Costa (bateria) e a "azeitona na empada", Dé Palmeira, baixista original do Barão que substitui Bruno Migliari, em turnê com Ana Carolina. Juntos, Frejat, Barros e Palmeira revivem uma parceria de 27 anos. "A banda é diferente, mas envenenadíssima", afirma.

Frejat - Show. No Via Funchal - Rua Funchal, 65, São Paulo. Sábado, às 22h. Ingr.: R$ 40 (platéia lateral) a R$ 100 (camarote e platéia vip). Mais informações no site:
www.viafunchal.com.br.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;