Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 20 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alunos deixam decisão sobre greve para sexta-feira


Luciano Cavenagui
Da Sucursal de Diadema

07/10/2008 | 07:06


A assembléia geral que decidiria ontem o futuro da greve na Unifesp (Universidade Federal de São Paulo) de Diadema foi adiada para sexta-feira. O motivo foi o falecimento de um funcionário do campus.

Cerca de 400 alunos de quatro cursos (Farmácia, Engenharia Química, Química e Ciências Biológicas) paralisaram as atividades há 14 dias.

A diretoria da Unifesp se reuniu na semana passada com a Curadoria de Fundações do Estado para encontrar solução para o entrave jurídico que paralisou as construções de novos laboratórios no campus.

Segundo a universidade, houve um desacordo na forma como as obras eram gerenciadas pela FAP (Fundação de Apoio à Unifesp). No início do mês, conforme parecer da curadoria, a FAP não poderia tocar mais as construções.

Os grevistas reivindicam melhorias na infra-estrutura como a criação de novos laboratórios didáticos (atualmente existem dois) e de pesquisa, além de um restaurante.

A Unifesp também vai solicitar à Prefeitura de Diadema três andares da Instituição Florestan Fernandes para atender os alunos a partir do ano que vem.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;