Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 13 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Duelo de titãs no Oscar


Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

24/02/2008 | 07:00


Sem greve ou boicote para estragar o ‘desfile’ no tapete vermelho em frente ao Kodak Theatre em Los Angeles, será realizada hoje a cerimônia da 80ª edição do Oscar. A premiação será exibida pelo canal pago TNT, a partir das 22h30. A Globo também adquiriu os direitos, mas deve começar a exibição só às 23h15, cortando alguns prêmios. A jornalista Maria Beltrão comanda a transmissão, comentada pelo ator José Wilker.

O embate da noite será entre os filmes Sangue Negro, de Paul Thomas Anderson, e Onde os Fracos Não Têm Vez, produção assinada pelos irmãos Joel e Ethan Coen. A aposta sobre as duas produções começou antes mesmo dos lançamentos.

Mas, com a maratona de premiações do início deste ano, os irmãos Coen apresentaram larga vantagem sobre Sangue Negro: ganharam prêmios principais no Bafta, no Globo de Ouro e nas premiações dos sindicatos dos atores (o SAG Awards) e dos diretores. O filme também foi escolhido como o melhor do ano pela crítica especializada nos Estados Unidos.

O thriller psicológico Conduta de Risco, surpreendentemente superou o drama britânico Desejo e Reparação em número de indicações – levou sete, uma a mais que a trama adaptada do romance Atonement.

O thriller psicológico produzido e estrelado por George Clooney, que não apareceu com destaque nas demais premiações, também ajudou a tirar o drama estrelado por Keira Knightley e James McAvoy das categorias principais do Oscar, incluindo direção e ator.

Mas a opção mais popular, mesmo tendo raízes independentes, é a comédia Juno, de Jason Reitman (que estreou com Obrigado por Fumar e é filho do diretor Ivan Reitman).

Assim como ocorreu com Pequena Miss Sunshine em 2007, a trama levou quatro indicações entre as mais importantes: melhor filme, diretor, atriz e roteiro original, assinado pela ex-stripper Diablo Cody.

Filmes indicados

- Conduta de Risco
- Desejo e Reparação
- Juno
- Onde os Fracos Não Têm Vez
- Sangue Negro



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Duelo de titãs no Oscar

Ângela Corrêa
Do Diário do Grande ABC

24/02/2008 | 07:00


Sem greve ou boicote para estragar o ‘desfile’ no tapete vermelho em frente ao Kodak Theatre em Los Angeles, será realizada hoje a cerimônia da 80ª edição do Oscar. A premiação será exibida pelo canal pago TNT, a partir das 22h30. A Globo também adquiriu os direitos, mas deve começar a exibição só às 23h15, cortando alguns prêmios. A jornalista Maria Beltrão comanda a transmissão, comentada pelo ator José Wilker.

O embate da noite será entre os filmes Sangue Negro, de Paul Thomas Anderson, e Onde os Fracos Não Têm Vez, produção assinada pelos irmãos Joel e Ethan Coen. A aposta sobre as duas produções começou antes mesmo dos lançamentos.

Mas, com a maratona de premiações do início deste ano, os irmãos Coen apresentaram larga vantagem sobre Sangue Negro: ganharam prêmios principais no Bafta, no Globo de Ouro e nas premiações dos sindicatos dos atores (o SAG Awards) e dos diretores. O filme também foi escolhido como o melhor do ano pela crítica especializada nos Estados Unidos.

O thriller psicológico Conduta de Risco, surpreendentemente superou o drama britânico Desejo e Reparação em número de indicações – levou sete, uma a mais que a trama adaptada do romance Atonement.

O thriller psicológico produzido e estrelado por George Clooney, que não apareceu com destaque nas demais premiações, também ajudou a tirar o drama estrelado por Keira Knightley e James McAvoy das categorias principais do Oscar, incluindo direção e ator.

Mas a opção mais popular, mesmo tendo raízes independentes, é a comédia Juno, de Jason Reitman (que estreou com Obrigado por Fumar e é filho do diretor Ivan Reitman).

Assim como ocorreu com Pequena Miss Sunshine em 2007, a trama levou quatro indicações entre as mais importantes: melhor filme, diretor, atriz e roteiro original, assinado pela ex-stripper Diablo Cody.

Filmes indicados

- Conduta de Risco
- Desejo e Reparação
- Juno
- Onde os Fracos Não Têm Vez
- Sangue Negro

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;