Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 25 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Marquinhos não será mais vereador


Leandro Baldini
Da Sucursal de Diadema

02/01/2008 | 07:03


Para o presidente da Câmara Municipal de Diadema, o vereador Marco Antônio Ernandez, o Marquinhos (PT), a atuação do Legislativo no decorrer do ano foi uma das mais produtivas dos últimos anos.

De acordo com o parlamentar, várias proposituras podem ser destacadas. No entanto, o volume de trabalho foi o fator mais importante. “Conseguimos apresentar e aprovar propostas de vários setores, que garantiram resultados significativos para o município. Os vereadores foram muito ativos”, afirma.

Ao todo, quase 200 projetos foram aprovados pelo Legislativo. O vereador que mais apresentou propostas foi o líder do governo, Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), com 14 projetos.

Na avaliação do parlamentar, o momento mais conturbado durante o ano foi o período em os funcionários públicos aderiram a greve em maio, que durou 17 dias, por conta do reajuste salarial. “Eles chegaram a acampar dentro da Câmara. Porém, esse não foi o maior problema. O que foi problemático naquele período foi a incerteza. Queríamos resolver e só conseguimos após criar uma equipe de acompanhamento e mediarmos a situação entre a administração e o sindicato da categoria”, comenta.

Depois de ter anunciado que não concorreria mais ao Legislativo, o presidente da Câmara de Diadema afirma que sua carreira política ainda está no começo.

“Acho que dois mandatos como vereador foram suficientes para dar minha contribuição. Entretanto, pretendo continuar a disputando eleições. Ainda não sei ao certo o que vai ser. Só adianto que vou continuar trabalhando para continuar na vida pública”, garante o parlamentar, ressaltando que ainda briga para ser o candidato a vice-prefeito pelo PT nas próximas eleições.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;