Fechar
Publicidade

Quarta-Feira, 8 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Segurança de banco morre em tentativa de assalto

Nario Barbosa/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Natália Fernandjes
Rafael Ribeiro

22/02/2013 | 07:00


Uma segurança de banco morreu e outro ficou ferido durante tentativa de assalto a uma agência do Santander no Centro de Ribeirão Pires, na manhã de ontem. Dois suspeitos foram presos, mas pelo menos outros três integrantes da quadrilha fugiram. Leandro Souza Marques de Sá, 29 anos, com antecedentes criminais por roubo, receptação, formação de quadrilha e corrupção de menores, e Roberta Aparecida Lourenço, 32, foram autuados em flagrante pelo homicídio da segurança Niedja Márcia de Santana Cordeiro, 34, baleada na cabeça.

Marco Caetano Pimentel, 49, o outro vigilante, foi alvejado nas costas e seguia internado em estado grave no Hospital Nardini, em Mauá, até a noite de ontem.

Por volta das 11h30, um GCM (Guarda Civil Municipal) tomava café em um estabelecimento em frente ao banco quando escutou o barulho dos tiros e percebeu Sá saindo da agência sujo de sangue. Armado com revólver calibre 38, com as seis balas deflagradas, ele foi detido e entregou a localização do Palio branco onde estariam os comparsas.

No local, a polícia prendeu Roberta, que o aguardava após o crime com uma pistola calibre 380, também usada na ação, além de outra mulher, que foi liberada.

Em seu depoimento, Sá revelou que o assalto era planejado há semanas pelo bando, da Zona Leste da Capital. Foi naquela região que foi encontrado o Palio preto, o outro carro usado pelos criminosos, que permaneciam foragidos até a noite.

Testemunhas relataram à polícia que um dos seguranças atirou contra os criminosos tão logo o assalto foi anunciado, gerando assim a reação por parte do bando. O casal, bem vestido para não chamar a atenção, foi barrado no detector de metais e atirou em Pimentel para forçar a entrada.

Niedja, que chegou a alvejar um dos criminosos, foi socorrida à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Santa Luzia, mas não resistiu. A vigilante trabalhava na agência bancária há apenas quatro meses e deixou três filhos.

Em nota, o banco Santander afirmou que "lamenta profundamente o ocorrido" e que irá contribuir com as investigações policiais.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;