Fechar
Publicidade

Domingo, 17 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PR concede tempo para
Saulo Benevides


Cynthia Tavares
Do Diário do Grande ABC

22/02/2013 | 06:44


O PR de Ribeirão Pires resolveu esperar o governo Saulo Benevides (PMDB) completar 100 dias para definir seu posicionamento na Câmara. A orientação foi definida após reunião entre o presidente municipal da sigla, Nonô Nardelli, com a executiva estadual.

O PR possui a maior bancada do Legislativo, com três vereadores. Até o momento, os republicanos nem rascunharam uma oposição ao governo peemedebista. Nonô disse aos parlamentares que eles devem esperar a administração mostrar a que veio.

O vereador Gabriel Eid Roncon (PR) avaliou que ainda não é o momento de definir posicionamento no Legislativo. "Acredito que 100 dias é um prazo bom dado por nós para analisar o governo. Precisa deixar o Saulo governar", afirmou.

O parlamentar admitiu que o trabalho desempenhado pelo Executivo tem agradado. "Posso dizer que até o momento sou sustentação", considerou Gabriel, que também é primeiro-secretário da Câmara.

Na mesma linha segue o parlamentar Hércules Giarola (PR). O republicano declarou que não existe motivo para o PR assumir o papel de oposição. "O nosso voto vai depender do projeto que o governo vai enviar para a Câmara. A administração está caminhando muito bem e buscando alternativas de investimento", elogiou.

Hércules viajou com o prefeito a Santa Catarina para conhecer métodos de gerência dos equipamentos municipais de Saúde. O vereador reiterou que a cidade precisa estar em primeiro lugar. "Mesmo se fizesse parte do governo, eu nunca votaria um projeto impopular. Temos que ter responsabilidade."

O republicano alegou que conhece as dificuldades da administração pública e, por isso, terá paciência. Hércules foi subprefeito de Ouro Fino nos dois últimos anos da administração Clóvis Volpi (PV). "No Legislativo você trabalha, mas quando você está em cargo no Executivo é muito mais difícil e trabalhoso", alegou o parlamentar.

Nonô não retornou aos contatos do Diário.

RETROSPECTO

Os republicanos foram os principais aliados de Volpi desde 2004, quando Jorge Mitidiero foi designado vice do verde na eleição municipal. No segundo mandato, o partido chegou a ter seis secretarias, entre elas Governo (Nonô) e Saúde (Mitidiero).

Pela proximidade com o ex-prefeito, Saulo esperava ter problema com a bancada do PR na Casa, fato que ainda não se concretizou.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

PR concede tempo para
Saulo Benevides

Cynthia Tavares
Do Diário do Grande ABC

22/02/2013 | 06:44


O PR de Ribeirão Pires resolveu esperar o governo Saulo Benevides (PMDB) completar 100 dias para definir seu posicionamento na Câmara. A orientação foi definida após reunião entre o presidente municipal da sigla, Nonô Nardelli, com a executiva estadual.

O PR possui a maior bancada do Legislativo, com três vereadores. Até o momento, os republicanos nem rascunharam uma oposição ao governo peemedebista. Nonô disse aos parlamentares que eles devem esperar a administração mostrar a que veio.

O vereador Gabriel Eid Roncon (PR) avaliou que ainda não é o momento de definir posicionamento no Legislativo. "Acredito que 100 dias é um prazo bom dado por nós para analisar o governo. Precisa deixar o Saulo governar", afirmou.

O parlamentar admitiu que o trabalho desempenhado pelo Executivo tem agradado. "Posso dizer que até o momento sou sustentação", considerou Gabriel, que também é primeiro-secretário da Câmara.

Na mesma linha segue o parlamentar Hércules Giarola (PR). O republicano declarou que não existe motivo para o PR assumir o papel de oposição. "O nosso voto vai depender do projeto que o governo vai enviar para a Câmara. A administração está caminhando muito bem e buscando alternativas de investimento", elogiou.

Hércules viajou com o prefeito a Santa Catarina para conhecer métodos de gerência dos equipamentos municipais de Saúde. O vereador reiterou que a cidade precisa estar em primeiro lugar. "Mesmo se fizesse parte do governo, eu nunca votaria um projeto impopular. Temos que ter responsabilidade."

O republicano alegou que conhece as dificuldades da administração pública e, por isso, terá paciência. Hércules foi subprefeito de Ouro Fino nos dois últimos anos da administração Clóvis Volpi (PV). "No Legislativo você trabalha, mas quando você está em cargo no Executivo é muito mais difícil e trabalhoso", alegou o parlamentar.

Nonô não retornou aos contatos do Diário.

RETROSPECTO

Os republicanos foram os principais aliados de Volpi desde 2004, quando Jorge Mitidiero foi designado vice do verde na eleição municipal. No segundo mandato, o partido chegou a ter seis secretarias, entre elas Governo (Nonô) e Saúde (Mitidiero).

Pela proximidade com o ex-prefeito, Saulo esperava ter problema com a bancada do PR na Casa, fato que ainda não se concretizou.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;