Fechar
Publicidade

Domingo, 24 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Clodoaldo Silva quer fazer história na China


Fernando Cappelli
Do Diário do Grande ABC

31/08/2008 | 07:03


O nadador brasileiro Clodoaldo Silva está pronto para fazer história na terceira Olimpíada em sua carreira. Atualmente, ele é o atleta que mais conquistou medalhas de ouro. Em Sydney, faturou três pratas e um bronze. Em Atenas, foi considerado rei das piscinas, quando abocanhou seis medalhas de ouro e uma de prata, além da façanha de bater quatro recordes mundiais.

Depois de quatro anos, o atleta agora é detentor do melhor tempo do mundo em seis provas. Nos Jogos de Pequim, Clodoaldo está inscrito e disputará pelo menos nove provas: 50 m livre, 100 m livre, 200 m livre, 150 m medley, 50 m peito, 50 m costas e os revezamentos 4x50 livre e 4x50 medley (com a possibilidade de nadar o revezamento alto, que é o dos 4x100 livre).

O nadador desembarcou em Macau no último dia 23, onde completou seu treinamento e realizou um período de aclimatação. "Não tenho dificuldades para me adaptar em qualquer situação. Sou um ‘tubarão' de várias águas", brincou o atleta.

A competição paraolímpica utilizará as mesmas instalações oficiais dos Jogos, e será comandada pelo mesmo comitê organizador. Em Atenas (2004), o Brasil terminou na 14ª posição geral no ranking de medalhas, e melhorou dez posições em relação a Sidney, quatro anos antes.

"Na China, temos chances de fazer uma campanha acima de qualquer expectativa. Com certeza poderemos melhorar no quadro geral de medalhas. O movimento paraolímpico cresceu muito no Brasil. Todos começaram a perceber que era algo sério e importante. Agora temos novos e ótimos atletas. E essa renovação das modalidades tem de ser feita de forma natural e competente", completa Clodoaldo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;