Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 7 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

BNDES capta R$ 400 mi em caráter emergencial



30/08/2008 | 07:10


O BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social) captou R$ 400 milhões em CDBs (Certificados de Depósitos Bancários) em caráter emergencial e não pretende fazer novas emissões desses papéis. Trata-se de uma solução transitória enquanto esperava um acordo com o Tesouro Nacional para receber mais R$ 15 bilhões, além dos R$ 12,5 bilhões que já obteve do Tesouro no primeiro semestre deste ano.

Ontem,o presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou medida provisória, abrindo crédito de R$ 15 bilhões para aumentar o capital do BNDES por meio de títulos do Tesouro Nacional. Com isso, não haverá mais necessidade de emissão de CDB.

Os CDBs custam caro para o BNDES. A instituição ofereceu os papéis com taxa entre 103% e 104% do CDI, captando pouco acima da taxa Selic, hoje em 13%, e bem acima da TJLP (Taxa de Juros de Longo Prazo), que é base para a maior parte dos financiamentos realizados pelo banco e está em 6,25%.

Por ser um recurso caro, os papéis, com prazos de seis meses, devem ser quitados ao vencimento e não renovados.

A instituição espera receber nos próximos dias R$ 6 bilhões referentes a títulos públicos originados no antigo FCVS (Fundo de Compensação sobre Variações Salariais), do SFH (Sistema Financeiro de Habitação) e da carteira do FGTS (Fundo de Garantia do Tempo de Serviço). O Conselho Curador do FGTS autorizou a liberação dos títulos na terça-feira.

Também estão entre as possibilidades de novos recursos para o banco neste semestre a emissão de debêntures, prevista para o mês que vem ou o próximo, captação externa e o uso de recursos do fundo de investimento em Infra-estrutura do FGTS.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;