Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 25 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Economia

economia@dgabc.com.br | 4435-8057

Novo Mercado conquista relevância com mais IPOs



22/07/2008 | 07:03


A concentração de IPO (Initial Public Offering ou Oferta Pública Inicial de ações) no Novo Mercado nos últimos três anos contribuiu para dar relevância ao setor criado em 2000. Hoje, o Novo Mercado responde por 18,59% ou quase um quinto da capitalização total da Bovespa (Bolsa de Valores de São Paulo).

As empresas desse segmento valem R$ 430 bilhões - e o valor de mercado das que negociam ações na Bolsa é de R$ 2,3 trilhões. Porém, se no Novo Mercado a média de concentração do capital é de 36,39%, nos outros níveis de governança a concentração continua expressiva. No Nível 1 da Bovespa (em que estão companhias como Gerdau, Bradesco e Vale), a concentração é de 63,14%. No Nível 2 é maior: nesse grupo, que reúne empresas como Eletropaulo, Net e TAM, o maior acionista detém, emmédia, 64,79% do controle.

"Há dois diferentes mundos no mercado de capitais brasileiro", diz Erica Gorga. "Um deles é formado pelas empresas ‘da moda', que aderiram ao Novo Mercado, têm o capital mais pulverizado e atendem a critérios mais rígidos de governança corporativa. Outro mundo é o das empresas ‘à moda antiga', que mantiverem padrões tradicionais de governança e permanecem como corporações familiares com controle concentrado."

Para Roberto González, professor de governança corporativa da Trevisan Escola de Negócio, "a dispersão de capital é uma conseqüência natural do Novo Mercado". Segundo ele, mecanismos de proteção aos acionistas minoritários e a regra ‘um voto por ação' favorecem essa tendência.

"O capital disperso muda as relações de poder dentro da companhia. Como não há a figura do acionista majoritário preocupado em perder o controle da empresa, a estratégia de crescimento ganha outra dimensão."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;