Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Marta abre vantagem sobre Alckmin, aponta pesquisa


Das agências

06/07/2008 | 07:05


A ex-prefeita de São Paulo Marta Suplicy (PT) aumentou a vantagem sobre o tucano Geraldo Alckmin na briga pelo comando do Paço da Capital.

Pesquisa Datafolha, realizada entre os dias 3 e 4 de julho, mostra a petista com 38% de intenção de votos. O tucano aparece com 31%.

O prefeito Gilberto Kassab (DEM) está na terceira colocação do levantamento, com 13%, seguido pelo ex-prefeito Paulo Maluf (PP), com 8%. Soninha (PPS) tem 1%.

No segundo turno, porém, a vantagem é de Alckmin contra a ex-prefeita. O tucano aparece com 50%, contra 45% de Marta. A vantagem do ex-governador, no entanto, caiu pela metade em comparação ao útlimo levantamento, feito em maio. Alckmin também venceria Kassab, com 59% contra 25%. O democrata seria derrotado também por Marta, que aparece com 55% contra 36% do prefeito.

O instituto de pesquisas ouviu 1.085 moradores de São Paulo. A margem de erro é de três pontos percentuais.

Os números foram divulgados um dia antes do início oficial da campanha eleitoral. É a primeira realizada após o prazo final das convenções partidárias, no último dia 30.

PESQUISA DE MAIO - Se comparado com a pesquisa anterior do Datafolha, realizada no dia 15 de maio, Marta teve um crescimento de 8%. Alckmin também cresceu, mas apenas 2%. Na ocasião, os dois estavam tecnicamente empatados, com 30% e 29%, respectivamente.

Kassab, no levantamento anterior, tinha um resultado melhor do que a pesquisa de ontem. Em maio, ele aparecia com 15%.

O cenário, no entanto, ainda contava com as pré-candidaturas de Paulo Pereira da Silva (PDT), Luiza Erundina (PSB) e Aldo Rebelo (PCdoB), que não se confirmaram. Os três estarão com Marta. Rebelo será o vice da petista.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;