Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 21 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Ponto extra é suspenso por 60 dias


Kelly Zucatelli
Do Diário do Grande ABC

17/06/2008 | 07:05


A Pro Teste (Associação dos Consumidores) encaminhou ofício ao Ministério Público informando a recusa das empresas de TV por assinatura em instalar o ponto adicional. A notificação foi tomada após determinação da Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações) que suspendeu em 9 de junho a cobrança de instalação do ponto extra das TVs.

Uma das razões para a medida foram algumas divergências da resolução de 2007 que define as novas regras para a TV por assinatura. "No ofício que encaminhamos ao Ministério Público, salientamos a negativa das empresas em atender a solicitação de não cobrar o ponto extra. Agora vamos esperar uma manifestação da Anatel", disse a coordenadora institucional da Pro Teste, Maria Inês Dolci.

As operadoras de TV foram orientadas pela ABTA (Associação Brasileira de TV por Assinatura) a continuar cobrando pelo ponto extra até que haja uma decisão judicial.

Para o advogado do Procon de São Caetano Wagner Otávio Barbato não deve ser cobrado o ponto extra, por ser uma extensão do serviço que já é pago pelo consumidor.

EMPRESAS
Em nota, a NET informou que, assim como outras empresas do setor, segue o posicionamento da ABTA. Enquanto o assunto estiver na Justiça, a venda de pontos adicionais também está suspensa.

A SKY suspendeu temporariamente a venda de ponto adicional. Os clientes que já têm ponto extra, terão a cobrança de manutenção de software e segurança de acesso do ponto adicional e, em alguns casos, também o aluguel do receptor SKY.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;