Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 9 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Cultura & Lazer

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Meta principal é cinema


Da TV Press

05/06/2008 | 07:01


O maior desejo de Mariana Ximenes é fazer cinema. Sempre interessada por todos os aspectos da produção cinematográfica, a atriz chegou a cursar cinema na Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo, mas teve de abandonar a faculdade porque não estava conseguindo conciliar com as filmagens de tantos longas nos quais atuava como atriz. Só este ano vão ser lançados três novos filmes com ela.

No segundo semestre estão previstos para estrear A Mulher do Meu Amigo, dirigido por Cláudio Torres, Hotel Atlântico, de Suzana Amaral, e JK, de Zelito Viana. "Ainda vou voltar para a faculdade para entender mais técnica e teoria de cinema. Isso me instiga", empolga-se, abrindo os braços numa expressão eufórica.

Mariana começou a ter contato com a linguagem quando participou de Caminhos dos Sonhos, de Lucas Amberg, há exatos dez anos. Em seguida, emplacou filmes como Dias de Nietzsche em Turim, de Julio Bressane. Logo depois, não só atuou como Marina, a protagonista de O Invasor, mas também produziu o longa de Beto Brant em 2002. "Estudo muito para me aperfeiçoar na TV e no cinema. Valorizo cada oportunidade que aparece", afirma.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Meta principal é cinema

Da TV Press

05/06/2008 | 07:01


O maior desejo de Mariana Ximenes é fazer cinema. Sempre interessada por todos os aspectos da produção cinematográfica, a atriz chegou a cursar cinema na Faap (Fundação Armando Álvares Penteado), em São Paulo, mas teve de abandonar a faculdade porque não estava conseguindo conciliar com as filmagens de tantos longas nos quais atuava como atriz. Só este ano vão ser lançados três novos filmes com ela.

No segundo semestre estão previstos para estrear A Mulher do Meu Amigo, dirigido por Cláudio Torres, Hotel Atlântico, de Suzana Amaral, e JK, de Zelito Viana. "Ainda vou voltar para a faculdade para entender mais técnica e teoria de cinema. Isso me instiga", empolga-se, abrindo os braços numa expressão eufórica.

Mariana começou a ter contato com a linguagem quando participou de Caminhos dos Sonhos, de Lucas Amberg, há exatos dez anos. Em seguida, emplacou filmes como Dias de Nietzsche em Turim, de Julio Bressane. Logo depois, não só atuou como Marina, a protagonista de O Invasor, mas também produziu o longa de Beto Brant em 2002. "Estudo muito para me aperfeiçoar na TV e no cinema. Valorizo cada oportunidade que aparece", afirma.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;