Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 24 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Nacional

nacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Grande Rio chama a atenção com carros grandiosos



12/02/2013 | 03:11


A Grande Rio apresentou na avenida carros que chamaram a atenção pela grandiosidade das alegorias, mas o tamanho deles por pouco não causa problemas para a escola.

 

Na concentração, o terceiro carro alegórico era tão alto que os destaques não conseguiram se posicionar, o que gerou um vazio no início da avenida. No final dos desfiles, a passagem das alegorias pela torre destinada aos fotógrafos gerava expectativa e apreensão no público, após o incidente acontecido com a Mangueira, cujo último carro bateu nesta torre. Alguns destaques, com fantasias mais altas, tiveram dificuldades, mas não houve incidentes.

 

Durante o desfile, uma paradinha coreografada da bateria da Grande Rio levantou o público da Sapucaí na madrugada desta terça-feira. Depois dela, os ritmistas deixaram um pequeno espaço para a ala da frente para, puxados pelo Mestre Ciça e pela madrinha Carla Prata, correrem para frente ao começo do refrão do samba enredo. Este ano, Mestre Ciça completa 25 anos de sambódromo.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Grande Rio chama a atenção com carros grandiosos


12/02/2013 | 03:11


A Grande Rio apresentou na avenida carros que chamaram a atenção pela grandiosidade das alegorias, mas o tamanho deles por pouco não causa problemas para a escola.

 

Na concentração, o terceiro carro alegórico era tão alto que os destaques não conseguiram se posicionar, o que gerou um vazio no início da avenida. No final dos desfiles, a passagem das alegorias pela torre destinada aos fotógrafos gerava expectativa e apreensão no público, após o incidente acontecido com a Mangueira, cujo último carro bateu nesta torre. Alguns destaques, com fantasias mais altas, tiveram dificuldades, mas não houve incidentes.

 

Durante o desfile, uma paradinha coreografada da bateria da Grande Rio levantou o público da Sapucaí na madrugada desta terça-feira. Depois dela, os ritmistas deixaram um pequeno espaço para a ala da frente para, puxados pelo Mestre Ciça e pela madrinha Carla Prata, correrem para frente ao começo do refrão do samba enredo. Este ano, Mestre Ciça completa 25 anos de sambódromo.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;