Fechar
Publicidade

Sábado, 25 de Janeiro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Moradores de condomínio ainda aguardam por solução para muro

Hipermercado diz que depende de autorização para concluir vistoria


Juliana Maciel
Especial para o Diário

12/09/2014 | 07:00


As rachaduras no muro do Carrefour Demarchi, em São Bernardo, ainda são motivo de preocupação para moradores do condomínio vizinho ao hipermercado, que sofrem com as consequências deixadas pelo desabamento no mesmo local, que ocorreu há dois anos. Segundo o síndico, Eder Botelho, a possibilidade de esses danos causarem um novo acidente amedronta os vizinhos. “Os condôminos querem ter certeza de que não passarão por esses transtornos de novo.”

Em reunião feita no dia 5 com o diretor do Carrefour Demarchi e o responsável técnico pela obra, o síndico falou sobre o talude, a rachadura e a situação das residências, que começaram a apresentar fissuras, além de danos internos no condomínio, como no quadro de energia e parte da zeladoria. “Tudo isso apareceu de novo após o conserto. Queremos saber se são resultado do que aconteceu há dois anos.”

As reclamações também se estenderam para fora do condomínio. A rua, que é pequena, fica interditada quando carretas estacionam para descarregar mercadorias, e os moradores ficam isolados.

Em nota, o Carrefour informou que o departamento de engenharia e obras da empresa realizou no dia 4 vistoria no talude da unidade e constatou que não há riscos que comprometam a estrutura na área do hipermercado, mas que aguarda autorização dos moradores para concluir vistoria na área voltada ao condomínio. Declarou, ainda, que os caminhões que entregam as mercadorias foram trocados por veículos de menor porte, evitando assim tráfego que dificulta a passagem de moradores.

BARULHO

Já sobre os ruídos de gerador e caminhões, relatados por moradores a partir das 5h diariamente, o Carrefour informou que alterou a rotina de movimentação das carretas e mudou também a hora em que a equipe realiza o teste do gerador de energia, sem especificar, no entanto, quais são os novos horários.  



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Moradores de condomínio ainda aguardam por solução para muro

Hipermercado diz que depende de autorização para concluir vistoria

Juliana Maciel
Especial para o Diário

12/09/2014 | 07:00


As rachaduras no muro do Carrefour Demarchi, em São Bernardo, ainda são motivo de preocupação para moradores do condomínio vizinho ao hipermercado, que sofrem com as consequências deixadas pelo desabamento no mesmo local, que ocorreu há dois anos. Segundo o síndico, Eder Botelho, a possibilidade de esses danos causarem um novo acidente amedronta os vizinhos. “Os condôminos querem ter certeza de que não passarão por esses transtornos de novo.”

Em reunião feita no dia 5 com o diretor do Carrefour Demarchi e o responsável técnico pela obra, o síndico falou sobre o talude, a rachadura e a situação das residências, que começaram a apresentar fissuras, além de danos internos no condomínio, como no quadro de energia e parte da zeladoria. “Tudo isso apareceu de novo após o conserto. Queremos saber se são resultado do que aconteceu há dois anos.”

As reclamações também se estenderam para fora do condomínio. A rua, que é pequena, fica interditada quando carretas estacionam para descarregar mercadorias, e os moradores ficam isolados.

Em nota, o Carrefour informou que o departamento de engenharia e obras da empresa realizou no dia 4 vistoria no talude da unidade e constatou que não há riscos que comprometam a estrutura na área do hipermercado, mas que aguarda autorização dos moradores para concluir vistoria na área voltada ao condomínio. Declarou, ainda, que os caminhões que entregam as mercadorias foram trocados por veículos de menor porte, evitando assim tráfego que dificulta a passagem de moradores.

BARULHO

Já sobre os ruídos de gerador e caminhões, relatados por moradores a partir das 5h diariamente, o Carrefour informou que alterou a rotina de movimentação das carretas e mudou também a hora em que a equipe realiza o teste do gerador de energia, sem especificar, no entanto, quais são os novos horários.  

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;