Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 13 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Alckmin tem 47% e Skaf, 23%

Montagem/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Percentual na pesquisa Ibope concede vitória do governador de S.Paulo no primeiro turno; petista Padilha oscila na margem de erro e vai a 7%


Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/09/2014 | 07:15


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), possui 47% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope divulgada na noite de ontem e encomendada pelo jornal O Estado de S.Paulo. Presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e candidato do PMDB na corrida estadual, Paulo Skaf é citado por 23%. Os percentuais mantêm vitória do tucano no primeiro turno.

A diferença entre o governador, que busca a reeleição, e o postulante peemedebista recuou na comparação com o último levantamento do Ibope, realizado entre os dias 23 e 25 de agosto – à época, Alckmin tinha 50% e Skaf, 20%.

No segundo turno, Alckmin mantém favoritismo sobre Skaf e triunfaria por 52% a 30%.
Ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT) oscilou dentro da margem de erro de dois pontos percentuais, passando de 5% da preferência do eleitorado para 7%.

Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS) e Walter Ciglioni (PRTB) alcançaram 1% das intenções de voto. Raimundo Sena (PCO), Wagner Farias (PCB) e Gilberto Maringoni (Psol) não foram citados. Brancos e nulos somam 8% e indecisos, 11%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de agosto e dia 1º. Foram entrevistados 1.806 eleitores em 87 cidades do Estado. Está registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) sob protocolo SP-00021 -2014 e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob número BR-00492-2014.

PRESIDENTE
A sondagem do Ibope também mensurou o cenário eleitoral na corrida presidencial no Estado. Entre eleitores paulistas, a presidenciável do PSB, Marina Silva, é lembrada por 39% contra 23% da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

Longe da disputa, Aécio Neves (PSDB) é citado por 17%. Pastor Everaldo (PSC) tem 2% e Eduardo Jorge (PV), 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

SENADO
Na disputa pelo Senado, o panorama ainda é de equilíbrio. O ex-governador José Serra (PSDB) segue com líder na pesquisa Ibope, com 33% da preferência, mas vê Eduardo Suplicy (PT), candidato à reeleição, encostar: possui 28%. O ex-prefeito paulistano Gilberto Kassab (PSD) conta com 8% do eleitorado e Ana Luiza (PSTU), 2%. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Alckmin tem 47% e Skaf, 23%

Percentual na pesquisa Ibope concede vitória do governador de S.Paulo no primeiro turno; petista Padilha oscila na margem de erro e vai a 7%

Raphael Rocha
Do Diário do Grande ABC

03/09/2014 | 07:15


O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), possui 47% das intenções de voto, segundo pesquisa Ibope divulgada na noite de ontem e encomendada pelo jornal O Estado de S.Paulo. Presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) e candidato do PMDB na corrida estadual, Paulo Skaf é citado por 23%. Os percentuais mantêm vitória do tucano no primeiro turno.

A diferença entre o governador, que busca a reeleição, e o postulante peemedebista recuou na comparação com o último levantamento do Ibope, realizado entre os dias 23 e 25 de agosto – à época, Alckmin tinha 50% e Skaf, 20%.

No segundo turno, Alckmin mantém favoritismo sobre Skaf e triunfaria por 52% a 30%.
Ex-ministro da Saúde, Alexandre Padilha (PT) oscilou dentro da margem de erro de dois pontos percentuais, passando de 5% da preferência do eleitorado para 7%.

Gilberto Natalini (PV), Laércio Benko (PHS) e Walter Ciglioni (PRTB) alcançaram 1% das intenções de voto. Raimundo Sena (PCO), Wagner Farias (PCB) e Gilberto Maringoni (Psol) não foram citados. Brancos e nulos somam 8% e indecisos, 11%.

A pesquisa foi realizada entre os dias 30 de agosto e dia 1º. Foram entrevistados 1.806 eleitores em 87 cidades do Estado. Está registrada no TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) sob protocolo SP-00021 -2014 e no TSE (Tribunal Superior Eleitoral), sob número BR-00492-2014.

PRESIDENTE
A sondagem do Ibope também mensurou o cenário eleitoral na corrida presidencial no Estado. Entre eleitores paulistas, a presidenciável do PSB, Marina Silva, é lembrada por 39% contra 23% da presidente da República, Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição.

Longe da disputa, Aécio Neves (PSDB) é citado por 17%. Pastor Everaldo (PSC) tem 2% e Eduardo Jorge (PV), 1%. Os demais candidatos não pontuaram.

SENADO
Na disputa pelo Senado, o panorama ainda é de equilíbrio. O ex-governador José Serra (PSDB) segue com líder na pesquisa Ibope, com 33% da preferência, mas vê Eduardo Suplicy (PT), candidato à reeleição, encostar: possui 28%. O ex-prefeito paulistano Gilberto Kassab (PSD) conta com 8% do eleitorado e Ana Luiza (PSTU), 2%. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;