Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 3 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Garota de programa é morta dentro de motel


Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

19/01/2013 | 07:00


A garota de programa Nanci Pedroso Soares da Roza, 27 anos, foi morta em um quarto de motel no bairro Demarchi, em São Bernardo, na madrugada de ontem. A Polícia Civil do 3º DP (Assunção), onde o caso foi registrado e será apurado, já pediu a prisão do farmacêutico Fabiam Curvelo Oliveira, 28, morador da Vila Pirajussara, na Zona Oeste da Capital, acusado como o autor do crime.

Nanci estava acompanhada de uma amiga, de 19 anos, moradora de Mogi das Cruzes, na Grande São Paulo, e que estava hospedada em sua casa, em São Mateus, na Zona Leste da Capital, há três dias.

Na noite de quinta-feira, a vítima convidou a amiga para acompanhá-la até a casa noturna onde trabalhava, próxima do Terminal Ferrazópolis. Foi lá, por volta das 2h, que elas conheceram Oliveira.

O farmacêutico ofereceu carona às duas de volta ao terminal e, durante o caminho, passou a negociar um programa com Nanci. A garota disse que só iria se a amiga fosse junto e ele teria de aumentar a oferta de R$ 150. Acertaram, então, discutir o assunto dentro do quarto do motel.

Segundo o relato da amiga à polícia, ela estava tomando banho quando escutou barulhos de murros na parede e suspiros vindos de Nanci. A jovem pensou que ela estivesse tendo relação sexual com o acusado e começou a se vestir. Mas Oliveira invadiu o banheiro e a agarrou pelos cabelos.

A amiga teve a roupa arrancada com força e foi jogada no chão. Nesse momento, percebeu que Nanci agonizava. Quando tentava respirar, o farmacêutico voltava a apertar o seu pescoço. Quando Oliveira se deu conta de que a vítima passou a sangrar, disse que iriam embora.

Oliveira ameaçou a outra menina. Disse que se quisesse rever os filhos era melhor obedecê-lo e não chamar a atenção da atendente na saída. Assim que deixaram o motel, ele jogou o corpo de Nanci nua na rua e pediu para que a amiga saísse do carro.

O acusado deixou o local levando grande parte dos pertences da vítima. A polícia não teve dificuldade em descobrir sua identidade porque ele pagou o motel com o próprio cartão de débito. No depoimento à polícia, a amiga disse que Oliveira esteve calmo todo o tempo e , de repente, ficou violento.

O farmacêutico foi reconhecido pela atendente do motel graças às fotos de seu perfil em uma rede social da internet. Através dele, a polícia apurou que ele namora e mora com a família. Foi pedida a sua prisão preventiva por homicídio qualificado. Em estado de choque, a amiga seguia internada em um hospital da cidade, cujo nome é mantido em sigilo.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;