Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

cultura@dgabc.com.br | 4435-8364

Fabricando o
cinema de Tarantino

Mostra entra em cartaz amanhã e traz filmes que inspiraram o
diretor pop; sessões vão até domingo e bilhetes custam R$ 4


Luís Felipe Soares
Do Diário do Grande ABC

14/01/2013 | 07:00


A cultura pop é prato cheio para Quentin Tarantino. Música, literatura, televisão e tantos outros universos servem como alimento para que o diretor possa trazer para as telas sua percepção do mundo e da sociedade. Tudo é digerido dentro da mente do ex-atendente de locadora de vídeos e colocado de maneira dinâmica em alguns dos roteiros contemporâneos mais instigantes e criativos.

A bagagem para a formação dessa pulsante fábrica cinematográfica é vasta. Há espaço para western spaghetti, filmes de kung fu, clássicos asiáticos e representantes do gênero blaxploitation (com títulos voltados à cultura negra da década de 1970), entre outros estilos. Parte dessa inspiração entra em cartaz amanhã, no auditório do MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo), com a Mostra Tarantino. As sessões ocorrem até domingo e os ingressos custam R$ 4.

O evento chega em um momento especial para o homenageado. Este ano será comemorado o aniversário de 20 anos de Cães de Aluguel (1993), seu primeiro filme como diretor, e os fãs aguardam ansiosos para a estreia do longa-metragem Django Livre, que chega às salas brasileiras na sexta-feira.

Na programação montada pela curadora Márcia Scapaticio, o festival reúne obras lançadas entre as décadas de 1940 e 1990, algumas já consideradas clássicos cultuados. O Homem Que Quis Matar Hitler (1941), de Fritz Lang, Rastros de Ódio (1956), assinado por John Ford, O Grande Golpe (1956), com direção de Stanley Kubrick, e Yojimbo (1961), de Akira Kurosawa, fazem parte do acervo (veja no quadro ao lado).

ANÁLISE DA OBRA

Um dos objetivos da mostra é estimular a discussão de sua obra. "Ele trabalha muito a questão da cultura pop, seja discutindo uma música da Madonna, fazendo referência às lutas de kung fu ou comentando sobre algum seriado de TV de sucesso. Mais do que pós-moderno, Tarantino está bem próximo da pop art, pegando esses elementos populares e transformado-os em produtos da sétima arte", analisa o crítico Marcelo Lyra, responsável pelo curso O Cinema Pós-moderno de Quentin Tarantino, já com inscrições encerradas e que complementa o evento especial do MIS. "O que o diferencia dos outros diretores é que ele não apenas cita essas coisas, mas coloca tudo como parte presente em um filme corrido. Nada é gratuito."

Após duas décadas de carreira, o cineasta norte-americano montou seu próprio estilo de contar histórias, mesclando violência e comédia de maneira bruta e com uma estética visual peculiar - e não ficando preso a único gênero. "Ele é uma espécie de mago da técnica de mudar de estilo rapidamente, muitas vezes em uma mesma cena. O Pulp Fiction - Tempo de Violência (de 2004), por exemplo, pode ser ação, policial ou comédia", diz Lyra, ressaltando que Tarantino é um dos poucos autores da indústria que também consegue ter forte apelo comercial, assim como Martin Scorsese.

Programação:
MOSTRA TARANTINO. No MIS (Museu da Imagem e do Som de São Paulo) -  Avenida Europa, 158. Tel.: 2117-4777. Ingr: R$ 2 (meia) e R$ 4

Amanhã
- Fuga de Nova York, às 19h
- Jogo da Morte, às 21h
Quarta
- O Grande Golpe, às 19h
Quinta
- Ajuste Final, às 19h
- Shaft, às 21h
Sexta
- Rastros de Ódio, às 19h
- Django, às 21h
Sábado
- O Grande Golpe, às 16h
- A Morte Anda a Cavalo, às 18h
- O Homem Que Quis Matar Hitler, às 20h
Domingo
- O Homem Que Quis Matar Hitler, às 16h
- Jogo da Morte, às 18h
- Yojimbo, às 20h



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;