Fechar
Publicidade

Sábado, 21 de Setembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

|

O cuidado com os joelhos

O joelho é a maior articulação humana e promove o encontro de dois ossos importantes da parte inferior do corpo


Do Diário do Grande ABC

30/07/2014 | 07:45


Artigo

O joelho é a maior articulação humana e promove o encontro de dois ossos importantes da parte inferior do corpo: o fêmur e a tíbia. Possui ligamentos que amortecem os impactos com o auxílio dos meniscos – que são cartilagens que se situam no meio dos joelhos. É uma das articulações mais complexas do organismo, estando sempre sujeita a lesões tanto traumáticas quanto degenerativas.

Se levarmos em consideração apenas as lesões traumáticas provocadas pelas práticas esportivas, encontramos como as mais comuns as de menisco e as de ligamento. Dentre as ligamentares, as que ocorrem com maior frequência são no ligamento cruzado anterior – um dos quatro principais cruzamentos do joelho.

São também frequentes as lesões não traumáticas que ocorrem por sobrecarga – esforço repetitivo – e dentre estas as mais frequentes são as de tendão, lesões musculares e da cartilagem da patela.

As lesões não traumáticas não precisam de cirurgia, o tratamento adequado é feito com fisioterapia e trabalho muscular, orientados pelo ortopedista, fisiatra e fisioterapeuta. As lesões traumáticas, meniscais e ligamentares devem ser tratadas cirurgicamente, de acordo com a demanda e nível de exigência do paciente.

Todas essas lesões são tratadas por videoartroscopia. As lesões nos meniscos, dependendo da porção afetada, do local e tipo de lesão, são tratadas por ressecção da lesão ou por sutura do menisco, sempre levando em consideração a importância e manutenção dos meniscos na articulação dos joelhos.

As lesões do ligamento cruzado anterior são tratadas com a reconstrução deste ligamento, utilizando-se enxertos tendinosos retirados do próprio paciente. Em casos de pacientes com lesões multiligamentares ou que já foram submetidos à reconstrução anterior e que sofreram nova lesão, pode-se utilizar os chamados enxertos de banco de doadores.

Muitas lesões são inevitáveis, pois ocorrem por traumas diretos, ocasionados pelo contato com o adversário em caso de esportes coletivos, ou por torções. As lesões por esforço podem ser evitadas com orientação, avaliação clínica, ortopédica e cardiológica, reforço e alongamento muscular, nutrição adequada e hidratação. O importante, na prática esportiva, é não só pensar na articulação do joelho, mas no corpo humano como um todo, e nunca exagerar nos exercícios, lembrando que a dor é um sintoma importante, determinando ao atleta que é o momento de parar e não sobrecarregar a articulação ou musculatura.

Nilson Roberto Severino é ortopedista do Hospital e Maternidade Brasil.

Palavra do leitor

Silêncio
O grande comandante Lula saiu do silêncio em busca de apoio à candidatura da reeleição de Dilma Rousseff usando expedientes não condizentes com a democracia. E a oposição, o que faz? Nada. Assim, sem encontrar resistência, ele avança tranquilo em busca dos seus objetivos nocivos à população brasileira. Parece que a maioria do nosso acomodado povo continua na letargia assistindo passivamente às investidas de Lula. Entendo que, para os defensores da liberdade individual, escolher entre Dilma e Aécio Neves é como escolha de Sofia. Mas anular o voto, desta vez, pode significar o triunfo definitivo do mal. Dito isso, assumo que votarei no Aécio. Meu voto é antiPT acima de qualquer coisa. Meu voto é contra Dilma, Lula e seus asseclas. Meu voto não é a favor de Aécio. Se Aécio vencer a eleição, no dia seguinte à votação, já serei um crítico tão duro do governo Aécio como sou hoje de Dilma.
Francisco Emídio Carneiro
São Bernardo

Santander
<EM>Um parecer altamente técnico e realista, contido no informe ‘Você e seu dinheiro’ e enviado a clientes de alta renda do Banco Santander, que relacionava melhora nas expectativas da nossa economia com a queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto, foi classificado de ‘terrorismo eleitoral’ pelo presidente do PT e provocou a ira do Planalto. Para apagar o incêndio, o presidente mundial do Santander declarou que vai demitir os responsáveis pelo conteúdo do informe, que não poderia conter qualquer viés político ou partidário. Eu pergunto: qual o viés político ou partidário contido na observação óbvia de que o mercado vê a mudança do atual governo como altamente positiva para a nossa economia, e que uma avaliação bem feita por analistas de mercado tem a obrigação de mencionar esse fato? Mais uma mostra do vergonhoso patrulhamento do PT, que usa todos os recursos que estão ao seu dispor para censurar o que não interessa.
Ronaldo Gomes Ferraz
Rio de Janeiro

Prioridade
Eu que pensei que a prioridade da vida de Lula fosse cuidar de sua saúde, mas não. Em campanha em São Paulo, o ex-presidente disse que eleger Dilma e Padilha são prioridades em sua vida. Pois é, vejam como o poder transforma as pessoas. Elas dão mais valor ao dinheiro, posição social e deixam de lado a saúde, a honra e a sensatez. Lula está preocupado com seu terceiro poste, Alexandre Padilha. O primeiro, Dilma, está em vias de um segundo turno, Haddad não se sustenta sozinho depois das medidas antipáticas que tomou contra os cidadãos paulistanos e ocupa o pior ranking de prefeitos ruins que a cidade já teve.
Izabel Avallone
Capital

Massa
Felipe Massa reclama do trânsito na pista; reclama do companheiro de equipe (seja ele quem for); reclama da equipe; reclama dos pneus; reclama do tempo (chuvoso ou seco); enfim, reclama de tudo. Parafraseando o grande Dalmo Pessoa, ‘este tonto (Massa) é ridículo, estapafúrdio, grotesco e caricato’. Para ganhar o que ele ganha, deveria se empenhar mais e reclamar menos. Ele, como piloto, é medíocre. Só tem a fama que tem graças à Globo, que enaltece tudo aquilo que não presta. A melhor coisa que ele faria seria virar ermitão.
José Roberto Tonetti
São Caetano

Anão
O governo brasileiro ao acusar Israel de agir desproporcionalmente contra os palestinos, acabou levando uma sapatada israelense: “As considerações brasileiras na ordem diplomática são irrelevantes, porque o Brasil é um anão na diplomacia internacional”. Embora deselegante a posição de Israel, temos de reconhecer que o Brasil sempre fica em cima do muro em vários problemas internacionais, como as barbaridades cometidas na Venezuela por Hugo Chávez e depois Nicolás Maduro, pelos irmãos Castro em Cuba, e mais recentemente o que a Rússia está fazendo com a Ucrânia. Para completar, segue a afirmação do porta-voz do Ministério de Relações Exteriores de Israel: “Isso não é futebol, e desproporcional mesmo foi a derrota de 7 a 1 para a Alemanha”. Depois dessa, será que o Brasil ainda continuará a reivindicar um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU?
Edgard Gobbi
Campinas (SP) 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

O cuidado com os joelhos

O joelho é a maior articulação humana e promove o encontro de dois ossos importantes da parte inferior do corpo

Do Diário do Grande ABC

30/07/2014 | 07:45


Artigo

O joelho é a maior articulação humana e promove o encontro de dois ossos importantes da parte inferior do corpo: o fêmur e a tíbia. Possui ligamentos que amortecem os impactos com o auxílio dos meniscos – que são cartilagens que se situam no meio dos joelhos. É uma das articulações mais complexas do organismo, estando sempre sujeita a lesões tanto traumáticas quanto degenerativas.

Se levarmos em consideração apenas as lesões traumáticas provocadas pelas práticas esportivas, encontramos como as mais comuns as de menisco e as de ligamento. Dentre as ligamentares, as que ocorrem com maior frequência são no ligamento cruzado anterior – um dos quatro principais cruzamentos do joelho.

São também frequentes as lesões não traumáticas que ocorrem por sobrecarga – esforço repetitivo – e dentre estas as mais frequentes são as de tendão, lesões musculares e da cartilagem da patela.

As lesões não traumáticas não precisam de cirurgia, o tratamento adequado é feito com fisioterapia e trabalho muscular, orientados pelo ortopedista, fisiatra e fisioterapeuta. As lesões traumáticas, meniscais e ligamentares devem ser tratadas cirurgicamente, de acordo com a demanda e nível de exigência do paciente.

Todas essas lesões são tratadas por videoartroscopia. As lesões nos meniscos, dependendo da porção afetada, do local e tipo de lesão, são tratadas por ressecção da lesão ou por sutura do menisco, sempre levando em consideração a importância e manutenção dos meniscos na articulação dos joelhos.

As lesões do ligamento cruzado anterior são tratadas com a reconstrução deste ligamento, utilizando-se enxertos tendinosos retirados do próprio paciente. Em casos de pacientes com lesões multiligamentares ou que já foram submetidos à reconstrução anterior e que sofreram nova lesão, pode-se utilizar os chamados enxertos de banco de doadores.

Muitas lesões são inevitáveis, pois ocorrem por traumas diretos, ocasionados pelo contato com o adversário em caso de esportes coletivos, ou por torções. As lesões por esforço podem ser evitadas com orientação, avaliação clínica, ortopédica e cardiológica, reforço e alongamento muscular, nutrição adequada e hidratação. O importante, na prática esportiva, é não só pensar na articulação do joelho, mas no corpo humano como um todo, e nunca exagerar nos exercícios, lembrando que a dor é um sintoma importante, determinando ao atleta que é o momento de parar e não sobrecarregar a articulação ou musculatura.

Nilson Roberto Severino é ortopedista do Hospital e Maternidade Brasil.

Palavra do leitor

Silêncio
O grande comandante Lula saiu do silêncio em busca de apoio à candidatura da reeleição de Dilma Rousseff usando expedientes não condizentes com a democracia. E a oposição, o que faz? Nada. Assim, sem encontrar resistência, ele avança tranquilo em busca dos seus objetivos nocivos à população brasileira. Parece que a maioria do nosso acomodado povo continua na letargia assistindo passivamente às investidas de Lula. Entendo que, para os defensores da liberdade individual, escolher entre Dilma e Aécio Neves é como escolha de Sofia. Mas anular o voto, desta vez, pode significar o triunfo definitivo do mal. Dito isso, assumo que votarei no Aécio. Meu voto é antiPT acima de qualquer coisa. Meu voto é contra Dilma, Lula e seus asseclas. Meu voto não é a favor de Aécio. Se Aécio vencer a eleição, no dia seguinte à votação, já serei um crítico tão duro do governo Aécio como sou hoje de Dilma.
Francisco Emídio Carneiro
São Bernardo

Santander
<EM>Um parecer altamente técnico e realista, contido no informe ‘Você e seu dinheiro’ e enviado a clientes de alta renda do Banco Santander, que relacionava melhora nas expectativas da nossa economia com a queda de Dilma nas pesquisas de intenção de voto, foi classificado de ‘terrorismo eleitoral’ pelo presidente do PT e provocou a ira do Planalto. Para apagar o incêndio, o presidente mundial do Santander declarou que vai demitir os responsáveis pelo conteúdo do informe, que não poderia conter qualquer viés político ou partidário. Eu pergunto: qual o viés político ou partidário contido na observação óbvia de que o mercado vê a mudança do atual governo como altamente positiva para a nossa economia, e que uma avaliação bem feita por analistas de mercado tem a obrigação de mencionar esse fato? Mais uma mostra do vergonhoso patrulhamento do PT, que usa todos os recursos que estão ao seu dispor para censurar o que não interessa.
Ronaldo Gomes Ferraz
Rio de Janeiro

Prioridade
Eu que pensei que a prioridade da vida de Lula fosse cuidar de sua saúde, mas não. Em campanha em São Paulo, o ex-presidente disse que eleger Dilma e Padilha são prioridades em sua vida. Pois é, vejam como o poder transforma as pessoas. Elas dão mais valor ao dinheiro, posição social e deixam de lado a saúde, a honra e a sensatez. Lula está preocupado com seu terceiro poste, Alexandre Padilha. O primeiro, Dilma, está em vias de um segundo turno, Haddad não se sustenta sozinho depois das medidas antipáticas que tomou contra os cidadãos paulistanos e ocupa o pior ranking de prefeitos ruins que a cidade já teve.
Izabel Avallone
Capital

Massa
Felipe Massa reclama do trânsito na pista; reclama do companheiro de equipe (seja ele quem for); reclama da equipe; reclama dos pneus; reclama do tempo (chuvoso ou seco); enfim, reclama de tudo. Parafraseando o grande Dalmo Pessoa, ‘este tonto (Massa) é ridículo, estapafúrdio, grotesco e caricato’. Para ganhar o que ele ganha, deveria se empenhar mais e reclamar menos. Ele, como piloto, é medíocre. Só tem a fama que tem graças à Globo, que enaltece tudo aquilo que não presta. A melhor coisa que ele faria seria virar ermitão.
José Roberto Tonetti
São Caetano

Anão
O governo brasileiro ao acusar Israel de agir desproporcionalmente contra os palestinos, acabou levando uma sapatada israelense: “As considerações brasileiras na ordem diplomática são irrelevantes, porque o Brasil é um anão na diplomacia internacional”. Embora deselegante a posição de Israel, temos de reconhecer que o Brasil sempre fica em cima do muro em vários problemas internacionais, como as barbaridades cometidas na Venezuela por Hugo Chávez e depois Nicolás Maduro, pelos irmãos Castro em Cuba, e mais recentemente o que a Rússia está fazendo com a Ucrânia. Para completar, segue a afirmação do porta-voz do Ministério de Relações Exteriores de Israel: “Isso não é futebol, e desproporcional mesmo foi a derrota de 7 a 1 para a Alemanha”. Depois dessa, será que o Brasil ainda continuará a reivindicar um assento permanente no Conselho de Segurança da ONU?
Edgard Gobbi
Campinas (SP) 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;