Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 4 de Agosto

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Esportes

esportes@dgabc.com.br | 4435-8384

Após 48 dias, Azulão volta a campo e tenta por fim à má fase

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Time encara o Tupi hoje, às 16h, no Anacleto Campanella, com objetivo de iniciar reação para fugir do rebaixamento na Série C


Thiago Bassan

19/07/2014 | 07:01


A hora da retomada. Após 48 dias sem jogar oficialmente, o São Caetano volta a disputar a Série C do Campeonato Brasileiro e tenta pôr fim à má fase na competição. O Azulão encara o Tupi, às 16h de hoje, no Estádio Anacleto Campanella, pela sétima rodada, e precisa vencer para iniciar a reação que pode tirar o clube da zona de rebaixamento. 

Com três pontos, o time do Grande ABC está em penúltimo lugar na classificação, e o adversário mais próximo no Grupo B, o Guarani, oitavo colocado, soma oito. 

Nos últimos meses, o São Caetano passou por problemas. E mudanças. No início do mês, os jogadores realizaram outra greve por conta do atraso de salários, que durou seis dias. Antes do problema, a diretoria havia contratado o técnico Paulo Roberto, que fará a estreia hoje. 

Cinco reforços também chegaram durante a Copa do Mundo. Quatro deles foram apresentados oficialmente. Outro, mesmo sem a apresentação, deve ser a novidade da equipe, o zagueiro João Paulo. O atacante Robson Duarte também pode estrear. 

“Tivemos uma interrupção de seis dias em nosso trabalho <CF51>(por conta da greve)</CF>, que dentro do planejamento acabou nos prejudicando um pouco. Mas, por outro lado, conseguimos conhecer bastante o grupo neste período, além de implantar a nossa filosofia de trabalho. E os jogadores aceitaram da melhor maneira possível”, disse Paulo Roberto. 

Apesar do período de paralisação, o treinador afirmou que analisou o Tupi. “É um time qualificado, que ganhou do Flamengo dentro do Ninho do Urubu, no penúltimo jogo treino que fez. Estamos atentos para não sermos pegos de surpresa”, destacou. 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Após 48 dias, Azulão volta a campo e tenta por fim à má fase

Time encara o Tupi hoje, às 16h, no Anacleto Campanella, com objetivo de iniciar reação para fugir do rebaixamento na Série C

Thiago Bassan

19/07/2014 | 07:01


A hora da retomada. Após 48 dias sem jogar oficialmente, o São Caetano volta a disputar a Série C do Campeonato Brasileiro e tenta pôr fim à má fase na competição. O Azulão encara o Tupi, às 16h de hoje, no Estádio Anacleto Campanella, pela sétima rodada, e precisa vencer para iniciar a reação que pode tirar o clube da zona de rebaixamento. 

Com três pontos, o time do Grande ABC está em penúltimo lugar na classificação, e o adversário mais próximo no Grupo B, o Guarani, oitavo colocado, soma oito. 

Nos últimos meses, o São Caetano passou por problemas. E mudanças. No início do mês, os jogadores realizaram outra greve por conta do atraso de salários, que durou seis dias. Antes do problema, a diretoria havia contratado o técnico Paulo Roberto, que fará a estreia hoje. 

Cinco reforços também chegaram durante a Copa do Mundo. Quatro deles foram apresentados oficialmente. Outro, mesmo sem a apresentação, deve ser a novidade da equipe, o zagueiro João Paulo. O atacante Robson Duarte também pode estrear. 

“Tivemos uma interrupção de seis dias em nosso trabalho <CF51>(por conta da greve)</CF>, que dentro do planejamento acabou nos prejudicando um pouco. Mas, por outro lado, conseguimos conhecer bastante o grupo neste período, além de implantar a nossa filosofia de trabalho. E os jogadores aceitaram da melhor maneira possível”, disse Paulo Roberto. 

Apesar do período de paralisação, o treinador afirmou que analisou o Tupi. “É um time qualificado, que ganhou do Flamengo dentro do Ninho do Urubu, no penúltimo jogo treino que fez. Estamos atentos para não sermos pegos de surpresa”, destacou. 

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;