Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 2 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Justiça marca diplomação de Rio Grande da Serra para dia 17


Cynthia Tavares
Do Diário do Grande ABC

08/12/2012 | 07:00


A Justiça Eleitoral marcou para o dia 17 a diplomação de Gabriel Maranhão (PSDB) como prefeito de Rio Grande da Serra. A vice Marilza Aparecida de Oliveira (PTB) e os 13 parlamentares eleitos também receberão o diploma no evento, que ocorrerá às 13h30 no Fundo Social de Solidariedade.

O tucano não escondeu a ansiedade pela data, última a ser definida entre as sete cidades do Grande ABC. "O momento será de confraternização e de coroação, pois será o reconhecimento do meu trabalho como secretário de Obras e da administração do prefeito (Adler) Kiko (Teixeira, PSDB)", afirmou.

Com a determinação do horário, Maranhão será o primeiro prefeito eleito a ser diplomado na região. Diadema entregará os certificados no mesmo dia, às 17h. Os outros municípios realizarão os eventos no dia 19.

O prefeito eleito de Mauá, Donisete Braga (PT), será o primeiro do dia a receber o diploma, na Câmara, às 10h.

Luiz Marinho, chefe do Executivo reeleito em São Bernardo, também será diplomado na Câmara - ainda sem horário definido.

Mantendo a tradição em Santo André. o prefeito eleito Carlos Grana (PT), sua vice, Oswana Fameli (PRP), e os 21 parlamentares receberão o diploma às 17h.

São Caetano marcou o ato no Fórum. O evento em Ribeirão que irá diplomar Saulo Benevides (PMDB) e Leo da Apraespi (PSC) será no Teatro Municipal, mas ainda não tem o horário definido.

 

ANSIEDADE

O evento na cidade é aguardado com expectativa pelos peemedebistas. De acordo com a legislação eleitoral, passada a solenidade, existe prazo de 15 dias para que o mandato dos eleitos seja impugnado por abuso do poder econômico, fraude ou corrupção .

Saulo responde por abuso de poder econômico. A PRE (Procuradoria Regional Eleitoral) emitiu parecer pela cassação do registro do prefeito eleito de Ribeirão. O caso aguarda voto da juíza relatora Clarissa Campos Bernardo.

O entendimento jurídico é que, após a diplomação, fica mais fácil reverter uma possível condenação do TRE (Tribunal Regional Eleitoral). Com diploma, uma liminar manteria Saulo no cargo, que recorreria da decisão.

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;