Fechar
Publicidade

Sábado, 27 de Novembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Sem novidades, transição entre Auricchio e Pinheiro fica 'morna'


Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

08/12/2012 | 07:00


O processo de transição entre a administração do prefeito de São Caetano, José Auricchio Júnior (PTB), e da futura gestão de Paulo Pinheiro (PMDB) esfriou. Por conta da escassez de informações consideradas relevantes, como a real situação financeira do Paço, a equipe do peemedebista completou ontem a segunda semana de interrupção dos trabalhos. Encontros às quintas-feiras e terças-feiras vinham ocorrendo desde novembro.

A busca do grupo de transição de Pinheiro é pelo valor exato de restos a pagar que serão herdados de Auricchio, além do montante que será deixado nos cofres municipais. O petebista avisou que as pendências devem ultrapassar R$ 100 milhões - provenientes de atrasos de três meses com fornecedores -, no contexto de Orçamento previsto em R$ 1,35 bilhão para o ano que vem. O prefeito também garantiu que deixará todos os valores empenhados para serem quitados na próxima gestão e que só terá a informação exata sobre a situação financeira quando encerrar o mandato, com a justificativa de que a máquina pública continua em andamento até lá.

Mesmo com pilhas de documentos e balancetes financeiros em mãos, a equipe de Pinheiro, que é liderada por Sallum Kalil Neto, não engoliu o discurso de Auricchio e agora aguarda, de fato, o peemedebista assumir o Palácio da Cerâmica para tomar pé da situação. A suspeita dos futuros governistas é de que o deficit chegue a R$ 500 milhões.

Durante a eleição, Auricchio - em defesa da sua candidata derrotada, Regina Maura Zetone (PTB) -, e Pinheiro expuseram rusgas intensas em discursos ácidos. Com o andamento da transição, a indisposição entre os dois tem piorado ainda mais. Mas evitam comentar publicamente o caso.

Com o insucesso na busca pela informação financeira, a diretriz da equipe de transição peemedebista agora é focar no trabalho que está sendo feito com os subgrupos de cada área. Coordenadores foram destacados para analisar informações técnicas de cada Pasta e antecipar o planejamento para que as propostas de campanha feitas por Pinheiro comecem a ser desenhadas.

Pela assessoria, Pinheiro negou que haja desconforto no processo e afirmou que foram colhidos muitos dados junto à Prefeitura que estão em processo de análise.

 



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;