Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 28 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Luiz Marinho pede transformação social

Marina Brandão/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Gustavo Pinchiaro
Do Diário do Grande ABC

25/11/2012 | 07:00


O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho (PT), entregou ontem 76 unidades habitacionais no Parque São Bernardo e pediu que as famílias beneficiadas cuidem dos apartamentos com carinho. No discurso, ele destacou que o local representa apenas a etapa física do ciclo de transformação da região. "A segunda é a mudança de comportamento. Vamos dialogar com as nossas crianças e mudar o costume."

Marinho falou em mudar o perfil social da população local com base na Educação. "Estamos investindo pesado em Educação, Esporte, Lazer, Saúde e urbanização. Temos que conversar com as nossas crianças e afastá-las das drogas. Não podemos permitir que traficantes vendam drogas aqui. Eles que vão fazer isso em outro lugar. A droga tem dois caminhos, a morte ou a cadeia", discursou.

Além de moradias populares, o projeto de urbanização do Parque São Bernardo terá pista de skate, quadra poliesportiva, creche e vias de acesso para o local. "Precisamos fazer essa provocação no cidadão. A prefeitura vai monitorar cada núcleo habitacional construído. Para quem conhece o bairro sabe qual é a transformação, aqui era desses locais onde o filho chora e a mãe não vê."

Para confirmar o projeto, programas sociais da Prefeitura para capacitação e inclusão no mercado de trabalho serão fundamentais, segundo Marinho. "Quando uma família consegue fazer um engenheiro, ele puxa a mudança do perfil social. Se o jovem quiser estudar hoje ele consegue encontrar um caminho viável."

O prefeito manifestou preocupação com a gravidez precoce. "Me entristece ver uma família que perdeu a mãe e uma menina de 17 anos grávida, com a irmã de 15 anos com uma criança no colo virem receber as chaves. Precisamos aumentar o nível de escolaridade nessas famílias."

Quando pediu zelo com os novos apartamentos, Marinho citou a venda irregular dos imóveis por valores abaixo do mercado e prometeu fiscalização. "Essas unidades custaram R$ 86 mil cada, e tem espertos que vendem por qualquer dinheiro. Se ele vender não poderá mais ser beneficiado, pois o nome dele vai para o cadastro nacional. E os espertos que comprarem, nós vamos tomar", avisou.

A Prefeitura tem adotado postura rígida em relação ao crescimento de favelas. Barracos construídos em áreas que já passaram por processos de remoção estão sendo derrubados. "Me disseram que eu perderia voto. Mas eu não fui eleito para fazer igual aos outros prefeitos. Não vou ser irresponsável."

Além dessas unidades, o projeto municipal prevê entregar mais 778 no mesmo local e um total de 3.123 que envolve os bairros Alto de Bela Vista e Novo Parque. De acordo com a secretária de Habitação, Tássia Regino, o segundo lote de apartamentos ficará pronto em fevereiro e, em março, as famílias receberão as chaves.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;