Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PT investe em namoro com PV para fortalecer Grana

Verdes barganham para ampliar espaço no projeto de reeleição de Aidan


Fábio Martins
do Diário do Grande ABC

29/11/2011 | 07:00


O PT faz ofensiva para contar com o PV andreense no arco de aliança do deputado estadual Carlos Grana, pré-candidato do partido ao Paço no ano que vem. Atualmente, na órbita governista, a tentativa de aproximação valeria, possivelmente, o posto de vice na chapa majoritária. As conversas tiveram pontapé inicial em âmbitos superiores e a parceria seria sacramentada em conjunto nas duas principais cidades do Grande ABC: Santo André e São Bernardo.

Apesar de o PV caminhar na base de sustentação, a mudança de lado parece iminente. A linha governista do PV tem desagradado as instâncias nacional e estadual. O presidente do PV em São Paulo, Marco Antonio Mroz, disse ontem que a executiva entende que a aliança tem de ser melhor discutida. "Santo André está num caminho que precisa mudar um pouco o ponto de vista daquilo que está construindo para agora."

Recentemente, o comandante local da legenda, vereador Donizeti Pereira, anunciou sua saída da direção. Líder do governo Aidan no Legislativo, o parlamentar desistiu da presidência, deixando o PV livre para tratar a parceria com outras siglas. Diante do cenário, Eric Lamarca, ex-diretor de Trânsito na gestão João Avamileno (PT), foi escolhido por meio de nominata para assumir o cargo.

O presidente do PT, Luiz Turco, afirmou que há interesse do partido em estreitar as relações com PV. Segundo o petista, as conversas, por enquanto, estão sendo informais e paralelas com interlocutores. "O PT considera o PV representativo em todas as esferas. Os votos da Marina Silva, principalmente aqui na cidade, deram demonstração disso. Achamos que é possível caminhar juntos."

Lamarca adiantou que o PV está aberto para diálogos sobre alianças, mas negou que há tendência para que assegure a união com o PT, a menos que haja chance real de indicar o parceiro na chapa com Grana. "Ninguém chegou a falar com a gente sobre vice. Se chamasse essa conversa, seria boa."

Turco argumentou que a condição do vice não está colocada no momento. O petista alegou que há compromisso de definição com o conjunto de partidos coligados no ano que vem. "O que é certo é que não teremos chapa pura. A decisão ficará para as forças políticas que irão compor com o PT."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;