Fechar
Publicidade

Domingo, 13 de Junho

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

PPS visa participar da mesa diretora

Tiago Silva/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Rogério Santos
Do Diário do Grande ABC

06/11/2012 | 06:43


 

Disposto a se firmar como principal representante da oposição em São Bernardo, o PPS está de olho na composição da próxima mesa diretora da Câmara, que tomará posse em 1° de janeiro. E, no cenário que se desenha, o partido terá de dialogar com o governo para apresentar sua proposta de chapa única proporcional.

Com seis vereadores eleitos, os popular-socialistas vão definir quem será o líder de bancada antes de avaliar se lançará candidato à presidência do Legislativo.

Coordenador regional do PPS, o deputado estadual Alex Manente defende que a escolha do presidente, vice, primeiro e segundo secretários da Casa seja definida de acordo com a proporcionalidade das legendas.

"Historicamente, só o PT já elegeu seis vereadores (em São Bernardo). Por isso defendemos a eleição proporcional com chapa única, levando em consideração a proporção de representação dos partidos", disse Alex.

Com apoio da maioria dos parlamentares, o prefeito Luiz Marinho (PT) não terá dificuldade de eleger a composição da mesa diretora da Câmara. Líder político do sexteto do PPS, Alex refuta qualquer participação pessoal na interlocução com governistas. "Esse papel caberá ao líder da bancada que será escolhido em consenso pelo partido", discorreu.

Na última eleição para presidente da mesa diretora, em 2010, a articulação de Otávio Manente (que morreu em 2011) pelo PPS, formando o bloco independente conhecido como G-5, foi fundamental para a eleição de Hiroyuki Minami (PSDB), que derrotou, na época, o candidato governista Tião Mateus (PT).

Dos 28 parlamentares da próxima legislatura, apenas o PT, com oito parlamentares, terá mais representantes que o PPS na Câmara.

Os petistas já iniciaram o processo para escolher o representante para a eleição interna. Vereador mais votado da cidade com 6.844 votos, Tião Mateus manifesta o desejo de pleitear novamente a condição de comandante do Legislativo. Mas pode ter a concorrência do ex-secretário de Obras José Cloves, eleito vereador pela primeira vez.

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;