Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Prefeito contra-ataca no campo do Mensalão


Fábio Martins
Do Diário do Grande ABC

14/10/2012 | 06:55


 

Visando minar o rival, o prefeito de Santo André, Aidan Ravin (PTB), candidato à reeleição, deu ontem o tom da ofensiva sobre à candidatura petista, encabeçada pelo deputado estadual Carlos Grana. Em caminhada no calçadão da Rua Coronel Oliveira Lima, o petebista contra-atacou utilizando o julgamento do escândalo do Mensalão como mote do discurso. "É claro que falaremos quem são eles (PT). Não é mentira, faz parte do partido e não adianta querer esconder."

Pela primeira vez, a atividade de rua contou com adesão maciça de militantes, reunindo cerca de 350 pessoas no calçadão - grande parte funcionários comissionados. No local, foram distribuídos panfletos com série de menções sobre o Mensalão. "No segundo turno somos nós e eles (PT). O pessoal (eleitorado) tem de avaliar o lado contra PT. Vem com a gente essa frente já instaurada. Tem de escolher se quer que continue o governo ou volte tudo o que aconteceu. É só refrescar a memória."

Durante o ato, Aidan também anunciou a adesão do PSDB de Santo André, ao lado do presidente do diretório do tucanato local, Ricardo Torres, que acompanhou a descida. O dirigente usou o mesmo contexto para criticar o projeto adversário, dizendo ser luta do bem contra o mal para evitar "sangue nas páginas policiais". "Temos todo o aval da executiva estadual do partido. O PSDB já está na campanha por Santo André sem Mensalão do PT."

Aidan exaltou novamente a "forte chance" de o governador Geraldo Alckmin (PSDB) subir em seu palanque. "Vamos mostrar quem é PSDB junto com o PTB." O tucanato municipal, porém, entra com pouca força após o papel pífio na campanha ao não conquistar nenhuma cadeira na Câmara, pior desempenho desde a fundação. No primeiro turno, Torres era vice de Raimundo Salles (PDT).

COBRANÇA

Na caminhada, uma munícipe cobrou Aidan sobre a implementação do Bilhete Único para ônibus. O prefeito alegou que há mais de um ano tem dialogado com empresários do ramo, chegando ao acordo no meio da eleição. "Não podia lançar no meio, senão ia pensar que estava fazendo troca. Mas está adiantado, iremos implantar."

 

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;