Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Na reta final da eleição, Ticianelli fala em montar próprio negócio


Erica Martin
do Diário do Grande ABC

21/09/2012 | 00:16


 

Alberto Ticianelli, candidato à Prefeitura de Ribeirão Pires pelo Psol, afirmou ontem que projeta seu próprio negócio. "Há quatro anos tive uma empresa do segmento de plástico. Preciso retomar meu negócio. A área de Educação (é professor de Matemática) está péssima. Acredito que a empresa esteja funcionando em dois meses."

Desta vez, o ramo será a construção civil e a estrutura será instalada em Ribeirão Pires (a outra funcionava na Capital). No entanto, Ticianelli não quis detalhar como funcionará seu negócio, mas adiantou que, caso seja eleito, tocará as atividades da empresa em paralelo. "Meu objetivo na Prefeitura não é ficar rico e sim buscar um sistema mais justo e honesto do ponto de vista administrativo."

Entretanto, o postulante, que tem 1,2% das intenções de voto, segundo pesquisa do Diário, já afirmou que o seu objetivo prioritário não é ganhar a eleição, "mas ter uma base forte do partido em toda a região". Além disso, ele tem feito campanha morna - as atividades eleitorais são curtas e sempre realizadas no período da manhã. Isso porque, além de pedir votos, o seu tempo é divido entre lecionar em escola da Capital e, agora, tocar o negócio.

O Psol foca no trabalhador e critica veementemente o capitalismo. Mas, para Ticianelli, ter a própria empresa não significa ser contrário à ideologia do partido. "Estamos dentro do sistema capitalista. Qualquer coisa que eu faça está dentro do sistema. A nossa briga (Psol) é buscar um sistema mais justo, onde o trabalhador tenha mais controle da situação. Isso não quer dizer que somos contra indústria ou investimento de capital."

Ele ainda citou os empreendedores da Europa como exemplo. "Lá, onde o empresário é socialista, a desigualdade na empresa praticamente não existe, o trabalho é colaborativo e o salário é homogêneo."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;