Fechar
Publicidade

Sábado, 4 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Candidatos alfinetam adversários nas considerações



18/09/2012 | 01:05


No último bloco do debate Estadão/TV Cultura/YouTube com os candidatos que disputam a Prefeitura de São Paulo, os candidatos agradeceram aos telespectadores e aproveitaram para trocar críticas veladas e indiretas aos adversários. O tucano José Serra disse que "sempre teve ficha limpa, passado limpo" e que "não propõe projetos mirabolantes, enganações". Em outras ocasiões, Serra já criticou a proposta de bilhete único mensal do petista Fernando Haddad e classificou a ideia como "jogada eleitoral". Haddad também usou as considerações finais para falar sobre seu currículo como professor universitário e atuação na administração pública.

Para finalizar, o petista afirmou que "alguns candidatos que se apresentam como candidato da mudança" apoiam a atual gestão - numa referência a José Serra, que é apoiado pelo prefeito Gilberto Kassab e, ao longo do debate, disse que desejava "ser o prefeito da mudança". "E outros (candidatos) pensam que basta ser o fiscal da cidade, mas não basta", completou Haddad. Carlos Giannazi (PSOL) disse que a cidade vive uma crise e, sem citar nomes, alfinetou o petista e o tucano: "Quem nos colocou nessa crise não vai ter a capacidade de nos tirar dela. Os partidos aqui são cúmplices porque governaram ou governam a cidade de São Paulo de uma forma indireta ou direta".

Já Paulinho da Força (PDT) voltou a criticar Russomanno, dessa vez de forma velada, ao dizer que há candidato que não vota de acordo com que diz e que não responde a "essas" perguntas. Paulinho se referia ao primeiro bloco do debate, quando afirmou que Russomanno votava contra o interesse do povo no Congresso Nacional. Na réplica, o candidato do PRB se limitou a dizer que Paulinho estava "muito mal informado" sobre as votações.

O líder nas pesquisas de intenção de voto, Celso Russomanno (PRB), agradeceu o apoio que vem recebendo do eleitorado nesta campanha municipal. Gabriel Chalita (PMDB) disse que a cidade precisa de "menos discurso e mais ação" e mencionou Deus em seus agradecimentos. Levy Fidelix (PRTB) também agradeceu aos telespectadores e Soninha Francine (PPS) se colocou à disposição dos eleitores para responder questões do debate que não foram a ela dirigidas.



Quer receber em primeira mão as notícias das sete cidades do Grande ABC?

Entre no nosso grupo de WhatsApp. 
Clique aqui.
 

Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;