Fechar
Publicidade

Sábado, 16 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Desfiles cívicos reúnem
25 mil pessoas na região

Santo André, São Caetano e Diadema comemoraram ontem
pela manhã os 190 anos da Proclamação da Independência


Maíra Sanches e Natalia Fernandjes

08/09/2012 | 07:00


Cerca de 25 mil pessoas acordaram cedo, ontem, para acompanhar e participar dos desfiles cívicos que marcaram 190 anos da Proclamação da Independência. As comemorações foram realizadas em Santo André, São Caetano e Diadema. Nem mesmo o sol forte foi capaz de desanimar o público, que aplaudiu alunos de escolas municipais e estaduais, além de integrantes das polícias Civil e Militar, Guarda Civil, Corpo de Bombeiros, Tiro de Guerra, entre outros.

Em Santo André, 6.000 pessoas compareceram à Avenida Firestone. Exemplo disso foram as donas de casa e irmãs Maria Antônia Mansi, 67 anos, e Aparecida Mafalda Schiavon, 64. Ambas aproveitaram a manhã para se emocionar ao relembrar os tempos de criança. "A gente carrega este espírito patriota desde pequena", diz Aparecida.

Na visão da prefeita em exercício, Dinah Zekcer, o evento é vital para ensinar o amor à pátria às crianças. "Sou a favor de voltar aquela época em que se cantava o Hino Nacional nas escolas", comenta.

A Avenida Presidente Kennedy, no bairro Olímpico, em São Caetano, recebeu cerca de 5.000 pessoas nas apresentações de 7 de setembro. Em seu último compromisso oficial como prefeito, José Auricchio Júnior destacou que a Independência do Brasil é algo que deve ser valorizado e seu significado retransmitido às crianças.

O mesmo pensamento foi o que moveu a professora Adriana Caruso Olívio, 38, grávida de quatro meses, a encarar a maratona junto aos alunos da Emef Oswaldo Samuel Massei. "Nada melhor do que entender a história do País participando efetivamente", diz.

Diadema

Em Diadema, o desfile cívico começou com 40 minutos de atraso, por volta de 8h40, e foi encerrado ao meio-dia. O público ainda começava a chegar quando as viaturas de ambulâncias, Corpo de Bombeiros, Polícia Militar e Guarda Civil entraram na Avenida Ulysses Guimarães, na Vila Nogueira, interditada para o evento. Pouco depois, os jipeiros da cidade, que levaram sete veículos, arrancaram aplausos do público, estimado em 1.200 pessoas, com manobras de efeito. Desfilaram cerca de 13 mil pessoas.

Pensando no futuro, cuidado do planeta foi do desfile deste ano. Aproximadamente 6.400 alunos de escolas públicas desfilaram com cartazes e mensagens que estimulam as ações de sustentabilidade e reciclagem. O chefe de Gabinete da Prefeitura, Osvaldo Misso, representou a administração municipal e lembrou a importância do evento para a população. "É a data que comemoramos nossa independência e liberdade. É nosso dever manifestar nosso sentimento cívico ao Brasil."

Famílias comparecem para prestigiar estudantes

Moradores das três cidades da região que acompanharam os desfiles cívicos, ontem, marcaram presença nas avenidas não apenas para comemorar a Independência do Brasil. A atração principal, para muitos pais, era assistir ao filho desfilar com a escola ao som da marcha.

Em Diadema, desfilaram alunos de 16 escolas municipais, seis creches conveniadas e duas escolas particulares. "É aquele momento que tiramos fotos para guardar no álbum de infância", afirma a dona de casa Márcia Furtado da Silva, 34 anos, que logo cedo se preparou para assistir à passagem da filha de 6 anos na avenida.

A família da vendedora Vania Valladares da Silva, 34, compareceu em peso à Avenida Presidente Kennedy, em São Caetano, para prestigiar a estreia do filho de 7 anos no desfile da Emef Dom Benedito Paulo Alves de Souza, que falou sobre profissões. "Ele nem quis viajar com o pai para Ribeirão Preto só para participar", revela.

Na cidade vizinha, Santo André, o motoboy Marcos Paulo Américo, 35, fez questão de levar a família, inclusive a filha de 7 meses, para acompanhar a irmã, de 10 anos. "A gente passou a participar da festa anualmente depois que minha filha entrou para a fanfarra", comenta. Além de 340 estudantes de escolas estaduais, a cidade contou com a presença de 150 alunos de instituições municipais.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;