Fechar
Publicidade

Sexta-Feira, 6 de Dezembro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Política

politica@dgabc.com.br | 4435-8391

Donisete nega participação de Ailton na campanha


Mark Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

04/09/2012 | 06:24


O candidato a prefeito de Mauá pelo PT, Donisete Braga, nega a participação de Ailton de Jesus Teixeira, diretor da Tecsau, na coordenação de sua campanha. Reportagem publicada domingo pelo Diário mostrou que a empresa venceu parte de contrato milionário para o fornecimento de remédios por dois anos para a rede municipal de Saúde.

"Em nenhum momento ele esteve autorizado a falar sobre coordenação de campanha. Ele não tem nenhuma participação", garante o prefeiturável. Na sexta-feira, Ailton se identificou à equipe do Diário como um "apoiador" da candidatura de Donisete.

Mesmo refutando ligação de Ailton com a sua campanha, o petista novamente defendeu a legalidade da licitação. Dez empresas foram declaradas vencedoras, em total de R$ 20,4 milhões. O lote vencido pela Tecsau corresponde a R$ 428 mil.

"Tenho um monte de amigos que são donos de supermercados, quitandas, padarias... Por serem meus amigos não podem participar de certame licitatório?", questiona. "Toda empresa tem direito de participar, respeitando os parâmetros da lei. Então, neste caso, não há nenhum inconveniente", responde.

Donisete descarta inclusive conflito moral no episódio, e ressalta que a situação é comum em prefeituras. "Qual o crime que pode existir nisso? Crime é contratar ONG, superfaturar contrato de R$ 79 milhões, a entidade não prestar o serviço e declarar endereço onde funciona um sex shop", compara, fazendo referência ao convênio irregular firmado pelo governo do ex-prefeito Leonel Damo (PMDB) com o Instituto Sorrindo para a Vida.

Sobre a simpatia de Ailton Teixeira pela sua candidatura, afirma que "todo cidadão tem o direito de fazer suas escolhas". O petista encerrou entrevista reiterando a legalidade. "Se a empresa está com a documentação em dia, tem idoneidade e probidade administrativa, não tem nenhum problema."



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Donisete nega participação de Ailton na campanha

Mark Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

04/09/2012 | 06:24


O candidato a prefeito de Mauá pelo PT, Donisete Braga, nega a participação de Ailton de Jesus Teixeira, diretor da Tecsau, na coordenação de sua campanha. Reportagem publicada domingo pelo Diário mostrou que a empresa venceu parte de contrato milionário para o fornecimento de remédios por dois anos para a rede municipal de Saúde.

"Em nenhum momento ele esteve autorizado a falar sobre coordenação de campanha. Ele não tem nenhuma participação", garante o prefeiturável. Na sexta-feira, Ailton se identificou à equipe do Diário como um "apoiador" da candidatura de Donisete.

Mesmo refutando ligação de Ailton com a sua campanha, o petista novamente defendeu a legalidade da licitação. Dez empresas foram declaradas vencedoras, em total de R$ 20,4 milhões. O lote vencido pela Tecsau corresponde a R$ 428 mil.

"Tenho um monte de amigos que são donos de supermercados, quitandas, padarias... Por serem meus amigos não podem participar de certame licitatório?", questiona. "Toda empresa tem direito de participar, respeitando os parâmetros da lei. Então, neste caso, não há nenhum inconveniente", responde.

Donisete descarta inclusive conflito moral no episódio, e ressalta que a situação é comum em prefeituras. "Qual o crime que pode existir nisso? Crime é contratar ONG, superfaturar contrato de R$ 79 milhões, a entidade não prestar o serviço e declarar endereço onde funciona um sex shop", compara, fazendo referência ao convênio irregular firmado pelo governo do ex-prefeito Leonel Damo (PMDB) com o Instituto Sorrindo para a Vida.

Sobre a simpatia de Ailton Teixeira pela sua candidatura, afirma que "todo cidadão tem o direito de fazer suas escolhas". O petista encerrou entrevista reiterando a legalidade. "Se a empresa está com a documentação em dia, tem idoneidade e probidade administrativa, não tem nenhum problema."

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;