Fechar
Publicidade

Quinta-Feira, 21 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

Almoço de família termina em tragédia no Jd.Laura


Natália Fernandjes
Do Diário do Grande ABC

27/08/2012 | 07:00


O pedreiro Mauro Bispo dos Santos, 40 anos, transformou o almoço de domingo da família da esposa em tragédia. Após discussão, ele matou a sogra a tiros e tentou assassinar duas cunhadas, no Jardim Laura, em São Bernardo.

A vítima fatal, Paulina de Oliveira Lima, 63, e duas filhas teriam se envolvido na briga do casal, junto há 14 anos. Por isso, foram alvo dos disparos. Uma das cunhadas foi atingida no braço e seguia internada no PS (Pronto Socorro) Central de São Bernardo até o fechamento desta edição. O estado de saúde da jovem é estável.

A Polícia Militar foi acionada por volta das 13h30 e precisou de reforços para atender a ocorrência, que envolveu dez viaturas e 30 policiais, além do helicóptero Águia para capturar o atirador.

Após efetuar os disparos, o pedreiro fugiu e se escondeu em matagal próximo à Rodovia dos Imigrantes. Assustado com o cerco armado pela polícia, ele decidiu se entregar. Segundo policiais que atenderam a ocorrência, os vizinhos tentaram linchá-lo.

A arma do crime não foi localizada, já que Santos a descartou durante a fuga.

DROGAS - Segundo informações da Polícia Militar, Santos é usuário de drogas e tem passagem policial na Bahia. Até o fechamento desta edição, o boletim de ocorrência não havia sido concluído.

À polícia, a esposa de Santos declarou que ele era trabalhador e que os conflitos tiveram início depois que ela decidiu pedir o divórcio.

Ontem, ela teria arrumado suas malas e, junto dos quatro filhos do casal, partido para a casa da mãe. Com o intuito de reconciliar-se, o marido foi até a residência da sogra, onde ocorreu a confusão após receber negativas.

O caso foi registrado no 3º DP (Assunção) de São Bernardo. A expectativa é de que o pedreiro seja autuado em flagrante por homicídio e tentativa de homicídio contra as duas cunhadas.

A equipe do Diário tentou conversar com a esposa e uma das cunhadas. Abaladas, ambas preferiram não se pronunciar.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;