Fechar
Publicidade

Segunda-Feira, 18 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Setecidades

setecidades@dgabc.com.br | 4435-8319

PM fará megaoperação em outros bairros

Celso Luiz/DGABC Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra

Rafael Ribeiro
Do Diário do Grande ABC

26/08/2012 | 07:00


 

Após considerar bem-sucedida a operação montada na noite de sexta-feira no Centreville, em Santo André, a Polícia Militar planeja realizar ações conjuntas com órgãos municipais e estaduais em outros bairros onde são detectados problemas de ordem social, como tráfico de drogas e grande número de roubo e furtos de veículos.

Comandante da Operação Citadel (cidade pequena, em latim), o capitão da Força Tática Luiz Roberto de Moraes ressalta que a ideia será levada para outros batalhões da região. “O objetivo é não se conter apenas aqui no 41º Batalhão (que atende parte de Santo André), mas ampliar e ser algo constante”, disse.

Os trabalhos no Centreville prosseguiriam na madrugada de hoje. No primeiro dia da força-tarefa, duas pessoas foram presas. Um homem foi autuado em flagrante por tráfico de drogas e outro procurado pela Justiça por roubo foi capturado. Ambos foram levados ao 1º DP (Centro) da cidade. Ao todo, 528 gramas de drogas foram apreendidas.

Segundo a Polícia Militar, 402 pessoas foram abordadas na operação. Nenhuma ocorrência foi registrada em bairros vizinhos, como Jardim Marek, graças ao aparato de apoio montado com reforços da Força Tática, Rocam (Rondas Ostensivas com Apoio de Motocicletas), cavalaria e cães farejadores, além do helicóptero Águia. Ao todo, cerca de 100 policiais participaram dos trabalhos.

A parceria com órgãos como o Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) e Vigilância Sanitária municipal e estadual rendeu, em 13 estabelecimentos vistoriados, duas autuações pela Lei Antifumo e oito por falta de alvará de funcionamento, além da apreensão de três máquinas caça-níqueis.

Acompanhada por agentes do Departamento de Trânsito, a polícia apreendeu dois veículos entre 66 fiscalizados e três motos entre 43 averiguadas. Foram 44 autuações de trânsito emitidas e dois documentos recolhidos por irregularidades. “Sem dúvida são números que refletirão em benefícios para a própria comunidade”, disse Moraes.

Moradores elogiam presença policial e pedem mais ações

Ruas bloqueadas, comandos montados nas ruas e forte presença policial. O aparato montado na operação de sexta-feira, que se estendeu até a madrugada de ontem, agradou os moradores do Centreville, que elogiaram a atuação e pediram que as ações sejam constantes no bairro a partir de agora.

“Tem muito bandido aqui. A polícia tem de voltar até que todos vão embora e isso melhor o bairro”, resumiu a dona de casa Dolores Moura da Silva, 45 anos, há 32 deles no Centreville. Como ela, muitas mulheres trocaram a tradicional novela das 21h para acompanhar do portão e calçada o trabalho dos policiais. “Nunca vi tanta viatura junta aqui. E nem cavalo de perto”, brincou.

O frentista Ricardo Sérgio de Brito, 33, há 16 morador local, revelou que as noites do fim de semana costumam ser de bagunça e que a presença da Polícia Militar pode ser positiva para os mais jovens. “Não há respeito. Eles ligam o som alto, consomem drogas e mostram para a molecada de 10, 12 anos que ser bandido é algo bom”, disse.

“Sentimos a aprovação popular durante nossa atuação. As pessoas de bem não se importam de serem revistadas e entendem que é para o bem do próprio bairro”, disse o capitão Luiz Roberto de Moraes. Intensificar a presença policial na área, segundo ele, pode ser o caminho para que a população perca o medo e passe a denunciar os abusos cometidos. “Que confiem na Polícia Militar, usem os canais de comunicação conosco e nos forneçam informações precisas para que possamos agir em cima dos responsáveis”, completou.

 



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.


Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;