Fechar
Publicidade

Terça-Feira, 15 de Outubro

|

Max º Min º
Clima da Região Trânsito Assine Clube do Assinante Diário Virtual Login

Internacional

internacional@dgabc.com.br | 4435-8301

Confronto no leste da Ucrânia mata sete soldados



20/06/2014 | 04:10


O governo da Ucrânia afirmou que sete tropas foram mortas em combate na noite passada. Vladislav Seleznev, porta-voz para as forças ucranianas no leste, afirmou que além das vítimas fatais há 30 feridos. O confronto ocorreu próximo à cidade de Yampil. Seleznev disse que 300 rebeldes foram mortos, mas esse número não pode ser imediatamente verificado.

O Exército da Ucrânia tem lutado contra rebeldes pró-Rússia no leste do país há semanas, e as hostilidades continuam apesar da promessa do presidente ucraniano, Petro Poroshenko, de um cessar fogo em breve.

Enquanto a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) relatou um resumo das movimentações militares da Rússia na fronteira com a Ucrânia, o presidente Vladimir Putin tem expressado preocupação sobre a morte de apoiadores da Rússia.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), ao menos 356 pessoas, incluindo 257 civis, morreram no leste ucraniano desde 7 de maio. Fonte: Associated Press.



Comentários

Atenção! Os comentários do site são via Facebook. Lembre-se de que o comentário é de inteira responsabilidade do autor e não expressa a opinião do jornal. Comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros poderão ser denunciados pelos usuários e sua conta poderá ser banida.

Confronto no leste da Ucrânia mata sete soldados


20/06/2014 | 04:10


O governo da Ucrânia afirmou que sete tropas foram mortas em combate na noite passada. Vladislav Seleznev, porta-voz para as forças ucranianas no leste, afirmou que além das vítimas fatais há 30 feridos. O confronto ocorreu próximo à cidade de Yampil. Seleznev disse que 300 rebeldes foram mortos, mas esse número não pode ser imediatamente verificado.

O Exército da Ucrânia tem lutado contra rebeldes pró-Rússia no leste do país há semanas, e as hostilidades continuam apesar da promessa do presidente ucraniano, Petro Poroshenko, de um cessar fogo em breve.

Enquanto a Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) relatou um resumo das movimentações militares da Rússia na fronteira com a Ucrânia, o presidente Vladimir Putin tem expressado preocupação sobre a morte de apoiadores da Rússia.

Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), ao menos 356 pessoas, incluindo 257 civis, morreram no leste ucraniano desde 7 de maio. Fonte: Associated Press.

Ao acessar você concorda com a nossa Política de Privacidade.


Para continuar, faça o seu login:


  • Aceito receber novidades e ofertas do Diário do Grande ABC e parceiros por
    correio eletrônico, mala direta, SMS ou outros meios de comunicação.


Ou acesse todo o conteúdo de forma ilimitada:

Veja como ter acesso a todo o conteúdo de forma ilimitada:

Copyright © 1995-2017 - Todos direitos reservados

;